Olá,
  Hoje indico o livro é Cotoco - O diário (perversamente engraçado) de um garoto de 13 anos, esse livro é excelente e mostra a valorização das pessoas, da amizade,  família, ,amor e preconceito. O autor John van de Ruit consegue de uma maneira fantástica conta uma história como se ele fosse o garoto de 13 anos, esse livro é com certeza uns dos meus favoritos.

Espero que gostem!!

Cotoco - O diário (perversamente) engraçado de um
 garoto de 13 anos - John Van de Ruit 

 

Sinopse 
África do Sul, 1990. Dois grandes eventos estão prestes a acontecer: a libertação de Nelson Mandela e, o que para o garoto John Milton é ainda mais importante, o início das aulas no internato. Cercado por pais no mínimo lunáticos, uma avó gagá e colegas de dormitório para lá de estranhos (com apelidos do tipo Lagartixa, Rambo, Rain Man e Cachorro Doido), John (que graças a suas partes íntimas pouco desenvolvidas é debochadamente apelidado de Cotoco) faz o que pode para se adaptar - e tudo indica que não será fácil. Munido apenas da própria perspicácia e de um diário, Cotoco vive uma série de situações bizarras e divertidas: de mergulhos proibidos no meio da madrugada a acirrados campeonatos de críquete, passando pela caça ao fantasma de um professor e por catastróficas férias em família. E é nas páginas de seu diário que acompanhamos o peculiar - e sobretudo engraçadíssimo - funcionamento da mente de um garoto de 13 anos ao descobrir a vida, a amizade... e a pluralidade da fauna humana.


"Voltando pela mesma escadaria, passamos pelo ser humano mais branco que já vi em toda minha vida. Na penumbra, a brancura dele parece reluzir de um modo estranho. (...) e (...) E lá está o brancão reluzente, que eu já tinha visto na escada (o cara parece estar à beira da morte; aliás, acho que há cadáveres com aspecto mais saudável que o dele.)”

  É assim que começo a falar deste livro, que tem como protagonista principal John Milton (Cotoco) um garoto de 13 anos que vai para um internato por causa de uma bolsa de estudos, lá ele fica alojado no mesmo dormitório com mais sete garotos que logo ficam conhecidos em toda escola como “Os Oito Doidos” (Cotoco, Rambo, Cachorro Doido, Simon, Rain Main, Largatixa, Barril e Esponja), por causa das coisas que vivem aprontando.
  O livro é narrado em forma de diário e tem muitos personagens marcantes e igualmente engraçados, como a própria família do Cotoco que é totalmente atrapalhada e sua avó Wombat totalmente pirada, o professor Guv de inglês que lhe apresenta livros como O Senhor dos Anéis, O apanhador no campo de centeio, O velhor e o mar e outros, e as aventuras amorosas de Cotoco que são um caso a parte, com três garotas na sua cola ele não consegue se decidir em qual deve investir e isso faz com que ele passe situações difíceis e engraçadas.
  Outro fato importante a ressaltar é que a história se passa em 1990 na África do Sul, época em que Nelson Mandela saiu da prisão, essa parte política também é abordada e faz Cotoco rever seus conceitos a respeito do certo e do errado, também mostra a maturidade que ele adquire em um ano de colégio com a adolescência aflorando, o amor, teatro, esportes e bulling. Mas o livro não é somente risadas, conta com um drama inesperado e mostra o valor da amizade, a qual hoje em dia esta se perdendo.
  “Você é quase um filho para mim, rapaz. Vai superar essa dor, pode ter certeza, e ainda por cima se tornará um melhor homem por causa dela. E com um tapinha nas minhas costas, emendou: “Tenha boas férias você também, e lembre: em caso de dúvida, continue lendo. Os livros nunca deixam a gente na mão”.
  Assim eu termino a resenha deste excelente e engraçado livro, que aquele que tiver oportunidade de ler com certeza não irá se arrepender. 


 
Abraços!
Marco Antonio

8 Comentários

  1. Oie amiga, estou vendo que leste a rodo nesse dias. rsrsrs
    Que legal que trouxe mais uma resenha e de um livro que até então não conhecia, por isso gosto de vim aqui sempre acabo descobrindo novos livros e o melhor que são ótimas indicações.
    Bjs querida ;)

    ResponderExcluir
  2. Desde que vi esse livro pelas redes fiquei com vontade de ler, depois dessa indicação e dessas palavras fiquei enlouquecida para lê-lo. Acho que não posso mais vir aqui...vai que você quebra minha promessa de não comprar mais livros....beijokas elis

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre tive vontade de ler esse livro, ainda não tinha lido nenhuma resenha, mas parece ser muito bom, ainda mais por ser em forma de diário, acho que assim o leitor acaba se envolvendo mais com o personagem.
    Adorei a dica
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Oiee
    Ah tá aí mais um livro que não conhecia, mas lendo essa resenha me interessei bastante, gostei ainda mais por ser em forma de diário gosto bastante de livros assim.

    Beijo
    http://marifriend.blogspot.com/
    @Storieandadvic

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Vanessa,

    É um livro fantástico, além de divertido, vale muito a leitura....abçs!!!

    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Morro de vontade de ler Cotoco! Parece um livro bem divertido e interessante... Espero comprá-lo logo e por um preço bom, rsrs
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Bem! Como vcs já sabem, eu adoro livros escritos em forma de diário e este faz tempo que está na minha lista de leitura!!
    Boa dica Marco!!

    Bjinhs

    ResponderExcluir
  8. Primeira vez que vejo esse livro.
    Já quero muito. Não leio nada sobre visão de uma criança desde 'O menino do pijama listrado' que já tem um tempo.
    Aparenta ser um ótimo livro.

    Beijos
    Leitora Incomum

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!