Olá,
  Hoje indico o livro A Menina que Roubava Livros, do autor Markus Zusak, que nessa belíssima história, onde o autor busca, através da morte, mostrar ao leitor que apesar dos intempéries da nossa vida, ela é bela e deve ser muito bem vivida, uma leitura que irá emocinar o leitor sem sombra de dúvidas.


A menina que roubava Livros
Markus Zusak



Sinopse
Entre 1939 e 1943, Liesel Meminger encontrou a Morte três vezes. E saiu suficientemente viva das três ocasiões para que a própria, de tão impressionada, decidisse nos contar sua história, em "A Menina que Roubava Livros", livro há mais de um ano na lista dos mais vendidos do "The New York Times".
Desde o início da vida de Liesel na Rua Himmel, numa área pobre de Molching, cidade desenxabida próxima a Munique, ela precisou achar formas de se convencer do sentido da sua existência. Horas depois de ver seu irmão morrer no colo da mãe, a menina foi largada para sempre aos cuidados de Hans e Rosa Hubermann, um pintor desempregado e uma dona de casa rabugenta. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala um livro, "O Manual do Coveiro". Num momento de distração, o rapaz que enterrara seu irmão o deixara cair na neve. Foi o primeiro de vários livros que Liesel roubaria ao longo dos quatro anos seguintes.
E foram estes livros que nortearam a vida de Liesel naquele tempo, quando a Alemanha era transformada diariamente pela guerra, dando trabalho dobrado à Morte. O gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito. E as palavras que Liesel encontrou em suas páginas e destacou delas seria mais tarde aplicada ao contexto a sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, acordeonista amador e amável, e Max Vanderburg, o judeu do porão, o amigo quase invisível de quem ela prometera jamais falar.
Há outros personagens fundamentais na história de Liesel, como Rudy Steiner, seu melhor amigo e o namorado que ela nunca teve, ou a mulher do prefeito, sua melhor amiga que ela demorou a perceber como tal. Mas só quem está ao seu lado sempre e testemunha a dor e a poesia da época em que Liesel Meminger teve sua vida salva diariamente pelas palavras, é a nossa narradora. Um dia todos irão conhecê-la. Mas ter a sua história contada por ela é para poucos. Tem que valer a pena.
Resenha

Difícil acreditar que um livro, que é narrado pela morte, possa ser tão emocionante e belo, capaz de tocar os corações de uma maneira profunda e nos mostrar vários sentidos da vida.
  “A Menina que Roubava Livros”, me chamou atenção primeiramente pela a capa e logo depois de ler a sinopse, fiquei ainda mais curioso. A história do livro se passa na época do Holocausto, onde o terror da guerra assombrava a muitos, a protagonista Liesel Meminger é uma garota que desde pequena, aprende a encarar a dura realidade da vida e perda dos entes queridos, primeiro por ter visto a morte do irmão no colo da mãe e depois por ter sido deixada com estranhos por ela.
   A morte do seu irmão lhe deu algo que salvaria a sua vida naqueles tempos de terror no meio da guerra, o homem que enterrara o seu irmão deixou cair o primeiro livro de vários que Liesel roubaria com um título não muito sugestivo O Manual do Coveiro. A busca pelo conhecimento fez com que ela começasse a sua coleção de livros roubados, que assim por diante lhe dariam o sentido da vida. Além de ser narrado pela a morte e ter como protagonista principal Liesel Meminger, o livro tem muitos personagens marcantes que deixarão marcas na memória de todos aqueles que tiverem a oportunidade de lê-lo.
  O livro é maravilhoso, emocionante, triste e inspirador, mostra que a força das palavras podem nos alegrar, entristecer, condenar, mas principalmente salvar e nos tirar de uma situação que acharíamos que não poderíamos sair.
  Este livro e a sua protagonista Liesel Meminger, nos mostra muitas lições e nos emociona diversas vezes, mas estas diversas lições e emoções, somente os que saborearem as páginas deste excelente e maravilhoso livro é que poderão senti-las.
 
Espero que tenham gostado!

Abraços!
Marco Antonio

13 Comentários

  1. Oi Marco

    Confesso que tenho um certo receio de fazer a leitura, apesar de ter o livro, pois já vi muitas opiniões diversificadas dele. Porém um dia irei tirar minhas próprias conclusões. Por hora só posso dizer que sua resenha me deu uma vontade boa de ler o livro.

    Beijoaks elis

    ResponderExcluir
  2. Oi Marco,

    Eu comprei este livro mas te confesso que só li o inicio e abandonei ele, realmete não gostei de nada. Agora depois que li a tua resenha estou pensando seriamente em retornar com a minha leitura.

    Bj!
    Katielle
    www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Marco!!
    Eu já li este livro e adorei, é muito bom mesmo!
    No inicio ele é meio chatinho, mas depois ele vale apena e é lindo!
    Boa dica!!

    Bjinhs*

    ResponderExcluir
  4. Oi Marco,
    Eu li esse livro no ano passado, nossa fiquei sem palavras, adorei.
    Tive um professor de história que falava muito do que tinha no livro, mas com o livro consegui imagina além rs
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é mesmo um dos mais lindos que eu já li. Incrível, maravilhoso e simples. Vale a leitura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Nossa, eu já li esse livro. No começo ele não me atraiu muito, porém, com o passar das páginas, eu fui me apaixonando.
    Muito boa a resenha que você fez. Parabéns.
    Passei para conhecer e já estou seguindo. Gostei bastante. Se puder, convido para conhecer o meu blog também. Torço para que goste de lá. Beijo.

    http://vitaminadepimenta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Esse é "O" livro.É o meu favorito e o mais lindo de todos que já li em toda minha vida.
    Tenho vontade de reler o livro mil vezes de tanto que sua leitura me faz bem.
    Ótima indicação.
    Eu também recomendo e assino embaixo..rss
    Bjs!
    Zilda Mara
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  8. Esse livro é maravilhoso!!! Li há uns anos atrás e é lindo. Amei a história, é doce, querida!

    Adorei a dica, Marco!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Este livro é MARAVILHOSOOOOO. De verdade, um dos melhores livros que ja tive a oportunidade de ler e um dos poucos que eu não empresto para ninguém de jeito nenhum, é o meu xodó!

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  10. Boa noite a todos,

    Fico feliz que tenham gostado da dica dessa semana, esse livro é excelente e leitua indispensável...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Realmente, Marco! O livro é maravilhoso! É um dos próximos na lista de compras!!! Parabéns pela escolha!

    ResponderExcluir
  12. Oie Nessa e Marcos.
    Que legal esse espaço Nessa um dia envio uma resenha minha, 
    mesmo que não tenha pedido. Kkkkkkk
    Olha, confesso para vocês que gostei muito da resenha, mas que já tentei ler esse livros duas vezes e não consegui sair do terceiro capítulo.
    Tenho uma grande resistência com ele.
    Bem, um dia irei ler, mas por hora ainda não consigo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Oi Marco.
    Eu adoro esse livro! Quando o li, ele me agradou de tanto que passou a ser um dos meus preferidos.Até pretendo compra-lo.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!