101 dias em Bagdá

101 dias em Bagdá

Sinopse

  Neste livro, a autora relata o que viu e viveu em Bagdá entre os meses de janeiro e abril de 2003. Usando sua experiência como correspondente, Seierstad faz uma crônica do cotidiano na Guerra do Iraque, mostrando como vivem os iraquianos, como reagem durante os bombardeios, suas opiniões sobre o regime deposto de Saddam Hussein, as expectativas em relação ao futuro e a censura à imprensa estrangeira. Em artigos na imprensa e reportagens ao vivo para a televisão, a autora reportou os acontecimentos no Iraque antes, durante e depois dos ataques americanos e britânicos. Sempre em busca de histórias menos óbvias que as da pura e simples invasão militar, Seierstad procurou expor o universo do conflito além das manchetes. O resultado foi este relato de sua estada entre o povo iraquiano - um valioso e impressionante retrato da realidade. Desde o momento em que chegou a Bagdá, com um visto de dez dias, a autora estava determinada a descobrir os novos segredos daquela terra antiga e a conhecer as condições reais de vida dos iraquianos. 101 dias em Bagdá apresenta ao leitor a vida cotidiana sob a constante ameaça de ataques - primeiro do governo iraquiano e depois dos bombardeios americanos. Passando do silêncio ensurdecedor da era de Saddam Hussein às explosões que interromperam o fornecimento de eletricidade, água e outros serviços essenciais no país, Seierstad revela o que acontece às pessoas diante de situações-limite - do que sentem mais falta quando seu mundo se transforma num campo de guerra? O que denunciam quando não há censura? A autora traz à vida um elenco de personagens inesquecíveis - o burocrata responsável pelo atendimento aos jornalistas estrangeiros, Uday al-Tay; Zahra, mãe de três filhos; Aliya, guia e intérprete que se tornou amigo. Ao confiar em uma mulher européia sem roteiro preestabelecido, esses e outros iraquianos desabafam e narram acontecimentos jamais reportados nos jornais e redes de televisão.
* * *






  Hoje indico o livro 101 dias em Bagda da autora Asne Seierstad, que acompanhou a invasão americana ao Iraque, de janeiro a abril de 2003 e escreveu o livro 101 dias em Bagdá, viveu a guerra de forma diferente dos demais iraquianos e presenciou de perto a queda de Saddam Hussein, um excelente livro.
  Este é mais um livro jornalístico da autora Åsne Seierstad, no qual novamente vive em um país por determinado período, agora 101 dias, para mostrar as dificuldades e transformações de um povo, só que diferentemente do livro O Livreiro de Cabul, a jornalista não escreve este livro como um romance e com isso não torna a leitura empolgante.
  Neste livro, além da sua imensa determinação e coragem, ela nos mostra as dificuldades que passou e outro ponto de vista da Guerra do Iraque, relata a ditadura de Saddam Hussein antes, durante e depois da Guerra e assim forma uma visão sobre a invasão Norte-Americana e sobre o Iraque.
  Para quem gosta de histórias, fatos e que busca conhecer sobre outras culturas e costumes, 101 dias em Bagdá é um livro muito bem escrito e bem detalhado; que autora e jornalista Åsne Seierstad novamente nos presenteia, no qual vale a pena ler.

Espero que tenham gostado!

Abraços!
Marco Antonio!

18 Comentários

  1. Adorei a dica principalmente porque adoro me manter informada das atualidades!

    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Minha nossa, que livro! Interessante é que li um livro sobre Bagdá no fim de semana mas foi um livro mais leve: De Bagdá com Muito Amor (terá resenha no Trilhas). Gosto muito da área jornalística por isso estou indo colocar este livro na lista de desejados, adorei a dica!

    ResponderExcluir
  3. Oi Marco!!
    Eu nunk li livros sobre Bagdá, mas parece ser bem interessante!!

    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Oi,Marco!
    Eu ainda não li O livreiro de Cabul.Mas, gostei muito desse livro da autora também. Gosto de livros desse tipo.
    Ótima indicação!
    Bjs
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  5. Gostei da dica Marco! O livro parece ser bem intenso, afinal nos retrata a queda de Saddam Hussein. Abraços!

    wwww.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. OI Vanessa!

    Acho que não leria esse livro não, deve ser interessante em nível de informação, ms para divertimento e descontração não.

    Beijos :D
    Ensaios de uma Leitura

    ResponderExcluir
  7. Oi Vanessa! Oi Marco!
    Adorei a indicação de livro! Não o conhecia e é sempre legal conhecer livros novos. :)

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  8. Não sou muito adepta a este tipo de leitura, mas parece ser bem interessante! Uma ótima dica!


    Olá!
    Estou passando no seu blog para divulgar o meu livro que será lançado agora em Agosto 2012! Quero me desculpar pelo “spam”, mas é muito difícil divulgar livros, sobretudo aqui no Brasil. Infelizmente, nós, autores nacionais, ainda somos desvalorizados! Mas estamos sempre na luta e, se Deus quiser, esse fato será revertido!
    Gostaria de convidá-lo(a) a conhecer minha obra chamada “Meu Conselheiro de Luz”. É um romance voltado para a literatura jovem.
    Se puder, por favor, seria de grande ajuda que adicionasse ela em seu skoob:
    http://www.skoob.com.br/livro/257467
    E no facebook:
    https://www.facebook.com/MeuConselheiroDeLuz
    Agradeço de coração pela sua atenção e tenha um ótimo dia! Já estou seguindo o seu blog com muito carinho!

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei do livreiro de Cabul e se ler esse tbm provavelmente vou gostar... boa dica.

    ResponderExcluir
  10. Oie Marco
    adoro as dicas que vc dá aqui, pois sempre são livros que nunca ouvi falar.
    Esse me interessou muito.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Já li O Livreiro de Cabul da mesma autora e gostei bastante da escrita dela, tenho certeza de que gostaria deste também.

    Vanessa - Balaio

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Adorei a resenha, e o assunto me interessou bastante. Obrigada ela dica!

    Rose Martins
    rosyamartins@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi
    Ah eu acho que eu iria gosta do livro, gosto bastante de conhecer culturas, lugares coisas novas e pelo que percebi esse livro nos traz isso.

    Mari - Stories And Advice

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Vanessa, eu não tenho tanta curiosidade de ler livros nesse estilo jornalístico, a não ser sobre algum assunto que me fascina muito, o que não é o caso. Mesmo assim, o livro parece interessante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o livro, mas não me interessei muito pela leitura também. Uma pena, pois parece um livro bem interessante, bem rico em detalhes de Bagdá.
    Abração, Marco Antonio!

    ResponderExcluir
  17. Boa noite Vanessa e boa noite a todos,

    Fico feliz que tenham gostado da dica dessa semana e esse livro realmente é interessante e a leitura não é cansativa, recomendo com certeza...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!