Categorias:

 
Dona Teresina e sua vizinhança
 
Dona Teresina e sua Vizinhança
Sinopse
 
A filha de Orlinda e Cinicio, habitantes de uma pequena cidade do interior de Sergipe, nasceu com uma herança de família, passada de geração em geração, a Síndrome da FOFOCA. O nome dela é Dona Teresina. Uma mulher que não é ESTILISTA, mas cria sua própria MODA. Com o passar do tempo Dona Teresina se tornou uma moça, não era muito bonita, mas também não era de se jogar fora. Aos 17 anos fez um curso de enfermagem e foi trabalhar em Salvador-BA como cobaia humana. Porém, após quase morrer, decidiu ir para o interior da Bahia, pois gostava mais de cidades pequenas e costumeiras. Agora, depois da longa viagem e com a vontade de viver da venda de geladinhos (suco congelado em saquinhos plásticos) ela estava onde queria... No interior do estado da Bahia, em uma cidade pequena e rotineira. Contudo, iria viver em uma vizinhança totalmente exótica e lunática, convivendo com vizinhos chatos, armando confusões inimagináveis num velório, e sempre trajando vestidos exageradamente berrantes e horrendos. Quando tudo parecia razoavelmente bem na vizinhança, Dona Teresina depara-se com a chegada inesperada de uma nova vizinha, Joaquina Antonieta Ferreira da Cruz e dos Santos, também conhecida apenas por Joaquina, traz à tona uma rivalidade desenfreada e enlouquecedora entre essas duas mulheres, levando a história a um desfecho hilário e inimaginável... Mas, lembrando que qualquer semelhança com a realidade a nossa volta é pura sorte!
Minha Opinião
 
  Como a sinopse já nos mostra praticamente um resumo do livro eu vou direto ao ponto falado o que eu achei do livro.
  Primeiramente algo que me chamou atenção no livro, mesmo antes de saber o tema, foi a capa. Eu achei linda esta capa e tem tudo a ver com a história. A diagramação é simples, contendo as páginas brancas e contendo apenas 93 páginas, o que você lê em uma "sentada". Eu li este livro somente nos meus intervalos na hora de almoço, cerca de 20 minutos, depois do meu almoço, e foi uma leitura super rápida.
  Gente, este livro é muito engraçado e diferente, confesso que nunca tinha lido algo assim. Achei que o autor teve uma bela imaginação. Sua forma de escrita é simples, com vocabilário simples de nosso dia-a-dia e isso fascilitou e fluiu a leitura.
  Falando dos personagens, são todos muito bem humorados e engraçados, mas não tive nenhum que eu me identifiquei ou que eu possa dizer que eu gostei.
  Falando mais diretamente da história, até que não achei a Dona Teresina tão fofoqueira assim, sei lá, me pareceu que o livro descreveu mais outros fatos do que a própria fofoca em si. Também a história se desenvolve muito rápido e muitos fatos acontecem, pessoas saem e outras chegam, achei que foi isso que fez perder um pouco o foco da história.
  Algo que eu não gostei, foi da parte que chega a nova vizinha e do final das duas, da rivalidade delas o que resulta no final. Foi muito engraçado, e tals, algo que eu nem imaginava que pudesse acontecer, mas ao mesmo tempo eu achei muito bizarro e surreal, eu imaginava um final diferente para ela.
  Mas o livro em si é bom, engraçado e eu indico esta leitura para quem quer dar boas risadas e se distrair.

 
 
Livro no Skoob
 
 
 
Autor Wilgner Murillo Santos
 
 
Foto -Wilgner Murillo Santos
  Escreve desde os 10, 12 anos de idade. Ao longo desses anos construiu seu próprio estilo na literatura... Consegue prender a atenção do leitor nas primeiras páginas e surpreendê-lo nas últimas.
  Autor de "Dona Teresina e sua Vizinhança" (Humor), "Juventude Engarrafada" (Romance), "Simplesmente Conto" (Contos), "Deu a Louca nos Astros" (Peça de Teatro), "Eu, Poeta - Outono" (Poesia) "Eu, Poeta - Inverno" (Poesia).
  Atualmente com 19 anos, está graduando em Letras Vernáculas pela Universidade do Estado da Bahia, é roteirista, contista, ficcionista, romancista, futurista, colunista no "Lembra Daquela História?" e ainda encontra tempo para ser blogueiro e atualizar com frequência o blog – http://escritor-wms.blogspot.com –, onde vários de seus textos argumentativos, resenhas, conteúdo de mídia, poemas e contos de sua autoria são publicados com muito esmero no Blog do Escritor.


Beijinhos!
Nessa*


 






3 Comentários

  1. que luxo essa capa!!
    amei esse batom,eu quero rs
    jamais diria que o livro seria engraçado, mas pela sua resenha dá pra ver que os momentos de gargalhada estão garantidos com essa leitura.
    Gostei da indicação
    bjos

    ResponderExcluir
  2. Olá Vanessa,

    Já li boa resenha desse livro e gostaria muito de ler; pois gosto da temática...parabéns pela resenha....abçs.



    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie querida =)
    fico feliz em sabe que gostou do livro, pois diferente de você não gostei e não achei engraçado e olha que sou muito boba, solto risada a adoidado com qualquer coisa rsrs
    particularmente achei forçado e sim, muito surreal em vários momentos não só o final, como o enterro etc etc
    mais aí está algo que sempre falo:
    Gostar de uma livro, ter química com ele vai de cada pessoa isso é particular e também, as vezes não lemos no momento certo, quem sabe nõ tenha sido isso que me aconteceu....
    mas desejo todo o sucesso para o autor.

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!