A pílula do amor



Autora: Drica Pinotti
Editora: Prumo
Número de páginas: 278
Skoob
Sinopse
Esta poderia ser mais uma daquelas histórias em que a protagonista está na faixa dos 30 anos, é bonita, descolada, tem um emprego legal, uma mãe meio rebelde e sonha com um grande amor que de preferência não dê muitos palpites em sua vida. Poderia, se Amanda não contasse com um ingrediente a mais: ela é totalmente, absolutamente, hipocondríaca. Não passa uma semana sem se presentear com uma consulta ao novo especialista da cidade, seja lá qual for a especialidade.
A chegada de Brian à vida de Amanda bem que poderia dar uma virada de mesa nessa situação, mas ele tem um cachorro, o que inviabiliza qualquer possibilidade de romance. Afinal, Amanda prefere morrer solteira a conviver com os milhares de germes que habitam o corpo daquele animal "selvagem"...
A pílula do amor é um romance sobre neuras, mas sobretudo sobre tolerância. Brian saberá dar a Amanda o remédio de que ela no fundo precisa? E Amanda conseguirá descobrir qual é a verdadeira causa de seu problema e poderá ter uma vida normal e feliz? Descubra a resposta na divertida história de Drica Pinotti, um livro que fará você rir muito, lembrar de pessoas conhecidas e, principalmente, parar para pensar se não está levando as coisas muito a sério.

 

  Conheci o trabalho da autora, Drica Pinoti, ano passado quando eu entrevistei ela para a minha coluna no blog Bookaholic (coluna que não tenho mais), e conhecendo seu trabalho me encantei por este livro, tanto que "corri" e comprei ele e já adianto: não me arrependi nem um pouco.



  Quando comecei a ler este livro imaginei algo gostoso de ler, leve e com bastante romance. Terminei de ler ele com a imagem de: um livro muitoooooooo gostoso de ler, leve, engraçado, romantico sim mas sem aquela doçuraaaa excessiva. Eu li este livro tão rápido que estou até hoje querendo algo mais, querendo continuação, querendo reler ele. 



  Bom, a personagem Amanda é hipocondriaca, mora sozinha, tem sua vida profissional resolvida, mora em Nova Iorque, tem uma vida sentimental um pouco desastrosa e está nas vésperas de fazer 30 anos. Ela tem uma vida que em nada daria pra reclamar, exceto pelo fato de ser hipocondriaca. E o que me chamou atenção no livro (uma dassss coisas que me chamou atenção) foi que a Amanda sabe que é "biruta por doenças". Quando comecei a ler o livro, imaginei que se aceitar assim, seria um dos desafios da personagem, mas não, ela sabe que tem essa doença, sabe que não é saudável,mas até o momento que se passa a história, não sabia como se curar. Quer dizer,lá pela finaleira do livro ela meio que ... descobre..ou acha... (não vou contar né...senão não tem graça).



  Durante a história Amanda passa por muitas situações de "quase romance", mas nada da certo. Essas passagens já são um festival de risadas a parte (risadas para o leitor e não pra Amanda coitada) e paralelamente ela tenta lidar com essa neurose por remédios que acaba atrapalhando muito a vida dela.  E no meio de tanta confusão ela conhece um vizinho muito interessante, que ela lutaaa para não ser diplomática com ele, pelo simples fato do cachorro dele ter mordido ela (se para você isso não é quase nada...lembre que Amanda é hipocondriaca). Mas chega um momento que ela ... resolve ser amigável com este vizinho (o nível de "amigável" clarooo não vou contar), e apartir daí muita coisa acontece. O que posso adiantar é que esse vizinho tem um papel muito fundamental na vida dela. 



  Esse livro é gostoso de ler, vocês vão se sentir mais levess , mais felizes quando terminarem. Eu, que sempre leio antes de dormir , dava gargalhadas sem querer na cama durante a quase madrugada. A-meiiiiiiiiiiii de paixão este livro. Recomendo.






 


Beijos*
Fernanda Rocha*

9 Comentários

  1. Fico feliz de saber que este livro traz a história de uma mulher perto dos 30 anos, por este motivo eu tenho vontade de ler, já estou meio cansada de livros juvenis...

    Vanessa - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  2. Oi Fê!
    Adorei essa capa, e olha fiquei bem curiosa para ler este livro, gostei da história, parece ser ótima!!
    Bela dica*

    ResponderExcluir
  3. Olá, já tive curiosidade por esse livro mas como sei que ele tem ar dos chick-lit que não curto muito que é uma mulher por volta dos 30 e cheia de contradições, não me arriscaria a ler.

    Beijos
    @LeitoraIncomum
    www.leitoraincomum.com

    ResponderExcluir
  4. Valeu meninas pelos comentários. Fico feliz em poder compartilhar dicas de leitura aqui. Dêem sugestões de outros livros parecido que vocês conhecem.

    ResponderExcluir
  5. Pela capa imaginei que o livro é beeeeeeeem fofo, aquele tipo de livro que eu não gosto. Mas depois dessa resenha mudou completamente a minha imaginação. Agora estou com muita curiosidade para saber o resto da história.

    avidadeumabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Fernanda e Vanessa,

    Não conhecia esse livro e achei bem interessante, vai para a minha lista...parabéns pela resenha....boa dica...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Esse livro já me encantou pela capa, eu morro de curiosidade de ler. Adorei o que você citou da história, fiquei ainda com mais vontade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Que linda essa capa!! Não conhecia bem o livro, mas realmente parece ser bem leve e engraçado!

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oiii,
    Eu ainda não tinha lido nenhuma resenha deste livro e fiquei realmente interessada nele.
    Adorei a capa e acho que tambm vou gostar de Amanda.
    Bjos.
    Katielle

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!