Mil dias em Veneza



Autora: Marlena de Blasi
Editora: Sextante
Número de páginas: 232


Sinopse

Este livro pode parecer um conto de fadas, mas é uma história de amor verídica – o amor entre uma mulher e um homem, o amor pela comida e o amor por uma cidade.
Por muito tempo, Marlena de Blasi resistiu a ir a Veneza. Até que, em 1989, seu trabalho como chef e crítica gastronômica tornou impossível continuar adiando a viagem. Assim que pôs os pés na cidade, ela ficou completamente seduzida. Seu encantamento foi tão grande que decidiu voltar todos os anos.
Desde aquela primeira visita, Marlena sempre tinha a sensação de que estava indo a um encontro. Em 1993, o encontro finalmente aconteceu. Ela almoçava com amigos quando um garçom se aproximou e lhe disse que havia uma ligação para ela. Do outro lado da linha estava Fernando, um veneziano que, um ano antes, vira Marlena passeando pela Piazza San Marco e se apaixonara à primeira vista.
Alguns meses depois, Marlena largava toda a sua vida nos Estados Unidos e se mudava para Veneza, para se casar com o “estranho”, como costumava chamar Fernando.
Ele não falava quase nada de inglês. O italiano dela se resumia a algumas palavras relacionadas a comida. Ele abrira mão de seus sonhos e levava uma vida monótona e previsível. Ela era mestre em recomeçar e se reinventar. Ele gostava de tudo muito simples, inclusive as refeições. Ela adorava cozinhar pratos elaborados.
À medida que eles superam essas diferenças e Marlena vai se familiarizando com as peculiaridades da cultura veneziana, os leitores são presenteados com uma descrição deliciosa e às vezes cômica de duas pessoas de meia-idade que, apesar de tudo, conseguem criar uma relação maravilhosa.
Em Mil dias em Veneza, Marlena evoca vividamente as imagens, os sons e os aromas de uma das cidades mais românticas do mundo e divide com os leitores as receitas que estiveram presentes em alguns dos momentos mais importantes de sua vida.

  Esse livro me conquistou pela capa, desde que a vi eu disse para mim mesma que precisava ler ele. Olhando a capa do livro, vejo uma cena simples, singela, linda e ao mesmo tempo de uma profundidade emocional muito forte. Não me canso de olhar para essa imagem. Além da capa, o título do livro me causou curiosidade e por esses motivos comprei ele ano passado que foi quando o li. 
  A história em si é pessoal, não tem nada de dramático, tenso, cenas que nos deixam quase roendo as unhas. Não tem nada disso. Mas tem sim uma história deliciosa de ler e apesar de ser um romance, não tem nada de melosaaa, tem sim descrição de momentos românticos, fofinhos, hehehe, mas sem aquele açúcarrr todo. Aliás isso foi um ponto super forte no livro: foi super bem dosado itens como romantismo, superação, cenas cômicas. Tudo ficou num equilibrio ideal.
  Mil Dias em Veneza é uma história de vida de duas pessoas muiiitoo diferentes: Marlena e Fernando, além disso eles moram em países diferentes. Uma delas: corajosa, viajada, comunicativa, amante de renovações. A outra: simples, vivendo num mundo extremamente calmo, sem novidades, sem renovações. Mas uma coisa tem em comum estas pessoas: o amor pela outra. E este amor vence as diferenças de personalidade e até a barreira de idiomas (sim eles falam muitoo mal e pouco o idioma do outro).
  E como um amor pode resistir entre duas pessoas, uma que mora em Veneza e a outra nos EUA? Mas eles vencem. Marlena larga toda sua vida nos EUA, inclusive seus filhos (mas todos criados e com suas vidas encaminhadas).  Marlena se aventura por amor, recomeçando sua vida quase do zero. País novo, idioma novo, costumes novos, casa nova, amigos novos...e um grande amor que lhe dá toda a força que necessita para enfrentar todos os obstáculos.
  São citadas diversas situações da adaptação de Marlena a Veneza, a luta contra a burocracia para casar com Fernando, as transformações que inevitavelmente acontece na vida de ambos. E no final da história...hummm...idéias para novas aventuras? Novos recomeços? Talvez, o que sei é que o final deste livro é apenas um novo recomeço e que tem continuação no livro Mil Dias na Toscana (que ainda não o tenho mas que quero muito).
  Durante o livro há também a citação de pratos diversos. Marlena é chef e crítica gastronômica, portanto ela no livro está sempre citando uma ou outra delícia. E a parte diferente e muitoo legal do livro, é que no final dele, há todas as receitas citadas no livro (ou pelo menos a maioria). Em cada receita há a recordação de quando ela foi feita durante a história e sugestões de preparo. Está lá, as receitas direitinhas.
  E no final do livro há também um Guia Romântico de Veneza, com dicas de vários passeios.



Uma lindaaa história que me conquistou, uma história real. Adorei, recomendo.





Beijos*
Fernanda Rocha*

11 Comentários

  1. Gostei da dica da Fernanda, não conhecia o livro mas a capa e o título me chamaram a atenção. História com personagens diferentes me chamam a atenção porque eles acabam sendo perfeitos um para o outro ou não se entendendo de jeito nenhum.

    Beijos
    www.livroseatitudes.com.br

    ResponderExcluir
  2. Já conheço o livro há um tempo, e realmente a capa é um amor.
    Não tenha lá muita curiosidade de lê-lo, mas quem sabe... Quando pintar a oportunidade XD

    BJ!

    -Amigas Entre Livros-

    ResponderExcluir
  3. Nossa, tem muuuito tempo que quero ler este livro, adoro esta capa e a sinopse, tenho certeza de que seria uma leitura muito agradável, quero ver se em 2013 eu leio!

    Van - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  4. Amei a dica, e agora fui eu que fiquei curiosa pela história e como ela se desenvolve e chega ao seu desfecho. Obrigado pela dica.

    Beijkas elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Fernanda, adorei a dica.
    Já tinha visto esse livro, porém não tinha muito ideia do que se tratava. Agora me deu vontade de conhecer a obra.
    E Nessa, respondendo a pergunta; acho que se trata de qualquer indicação, independente de ser o primeiro livro ou não.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Boa noite Fernanda e Vanessa,

    Li o último livro da autora A Doce Vida na Úmbria e gostei, mas achei um pouco cansativo e fiquei meio assim para ler os outros, mas irei ler futuramente com certeza...parabéns pela dica e pela resenha...abçs.



    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Fê!
    Realmente esta capa é muito linda e nos chama atenção!
    Já coloquei ele na minha listinha de leitura, parece ser ótimo!!
    Boa dica*

    ResponderExcluir
  9. Oiii,
    Eu ja tinho visto este livro nas livrarias e sempre gostei da capa. Eu nunca tinha lido uma resenha, mas fiquei bem interessada. Preciso urgente ler este livro...hehehe
    Beijos,
    Katielle
    www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Nunca tinha ouvido falar desse livro.
    Agora fiquei com vontade de ler.
    Mais um pra lista de desejos
    Beijos



    avidadeumabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Nunca tinha ouvido falar desse livro.
    Agora fiquei com vontade de ler.
    Mais um pra lista de desejos
    Beijos



    avidadeumabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!