A Bruxa de Portobello

A Bruxa de Portobello
Autor: Paulo Coelho
Editora: Planeta
Número de páginas: 293
Sinopse

"A Bruxa de Portobello" de Paulo Coelho, conta a história de Athena, uma garota que foi adotada por emigrantes libaneses que se estabeleceram na Inglaterra em função de uma guerra que assolava seu país natal. Agora, eles têm que enfrentar uma intolerância religiosa que se assemelha à existente nos tempos da Inquisição, quando os que eram considerados hereges pela Igreja Católica eram violentamente punidos, inclusive, sendo queimados vivos. Um retrato da sociedade contemporânea, onde o medo da mudança e o conformismo muitas vezes determinam o curso de nossas vidas. O autor brasileiro mais lido de todos os tempos escreveu a história de Athena, personagem descrita por várias pessoas que conviveram com ela. A órfã abandonada pela mãe cigana na Transilvânia. A criança levada pelos pais adotivos para Beirute. A funcionária de um grande banco em Londres. A bem-sucedida vendedora de terrenos em Dubai. A sacerdotisa de Portobello Road. A história arrebata, provoca e ainda traz à tona questões fundamentais da nossa atualidade.

  Eu nunca tinha lido livro do autor Paulo Coelho e confesso que tinha uma certa curiosidade, principalmente pelas diversas e diferentes opiniões sobre ele (autor).

  Mas falando do livro...o título do livro me levou para uma imagem de história de magia, mágicas, sobrenatural, isso antes de começar a ler. Quando comecei a ler, confesso que fiquei confusa, mas aos poucos vou entendendo e vendo que não tinha muito haver com bruxarias, magias não.

  A Bruxa de Portobello fala de uma família, um casal, que tem tudo na vida, exceto um filho. Eles adotam uma criança que é filha de ciganos.
Esta criança nasce dentro dos costumes, claro, dos pais adotivos. Segue a religião desses pais, uma filha exemplar.
Mas aos poucos esta criança que cresce e vira uma mulher cheia de personalidade, descobre que tem dons, descobre que a vida simplesmente comum a todos, não a satisfaz. Ela tenta, mas não consegue viver a vida e aceitar a vida como é , como as outras pessoas. Ela então casa, tem um filho mas continua na busca do que tanto a incomoda, do que tanto a deixa agitada.
  Já separada, ela tem alguns empregos e faz um ótimo trabalho em todos. Seu filho, sua paixão, seu amor no qual o trata com toda a proteção e cuidados que só uma mãe tem.
Aos poucos ela descobre rituais ligados a natureza, ao amor, à paz que fazem ela descobrir que dons são esses que ela tem, e o que ela pode fazer com eles. E começa a usar isso para ajudar as pessoas.
Mas ao mesmo tempo que várias pessoas gostam do ritual e a apoiam em suas descobertas, muitas pessoas a condenam a chamando de bruxa. A cidade em que ela vive, começa a ter em seus jornais, notícias contra e a favor da "bruxa de Portobello".

  Sobre o livro, não posso contar mais nada, exceto que ele é feito apartir de depoimentos de pessoas que conviveram com a personagem principal. Cada "capítulo" é de uma testemunha.
  O livro faz a gente ao mesmo tempo, refletir sobre certos pré-conceitos que criamos a respeito de certos temas e certas pessoas e também faz a gente pensar em certos valores, talvez esquecidos, ignorados ou que não acreditamos mais. Eu gostei do livro, do jeito que essa história foi contada e pretendo sim conhecer outros livros do autor.


Beijos*
Fernanda Rocha*

8 Comentários

  1. Oi Fê,

    Acredita que não li nenhum livro do Paulo Coelho, mas não é por falta de vontade mais de oportunidade.
    Beijos
    http://marifriend.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Só li um livro de Paulo Coelho, que foi Brida, na época gostei bastante, ainda espero ler outro.
    Gostei da dica.
    Beijos
    Amanda
    leiturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Fernanda e Vanessa,


    Confesso que não gosto do autor e seus livronão me despertam curiosidade....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  4. Oláaa! Nunca li nada de Paulo Coelho, acho que está na hora de ler e tirar minhas conclusões também né?! Achei interessante o livro, to gostando mais de "sobrenaturais".
    P.s.: Escrevi muita crônica, também, mas ultimamente são mais contos, mini contos, nada sério sabe.

    Bjaaaao!
    http://estoulendoo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa eu adoro esse autor, já li três obras dele e pretendo ler as outras que estão encostadas na minha estante.
    Gostei deste, é mais um para lista :)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Até hoje só li dois livros do autor e este foi um deles, faz muito tempo e lembro que gostei da história, tipo 3 estrelas e meia, queria ler mais coisas de Paulo Coelho.

    Van - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  7. Não tenho interesse por ler os livros do Paulo Coelho por conta de sua escrita, que não me é fluida, entretanto os enredos não são, nem de longe, ruins. Leria, se escritos por outra pessoa que narre mais fluidamente :P
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Eu já li alguns títulos do Paulo Coelho e eu adoro o que ele escreve. A Bruxa de Portobello é um dos meus preferidos.
    Pra que quer ler outras obras dele eu recomendo a trilogia "E no Sétimo dia...". Ele consegue mostrar como a vida de uma pessoa pode mudar em uma semana. Verônica decide morrer faz parte dessa trilogia e eu achei lindo.
    Beijos

    avidadeumabookaholic.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!