Olá pessoal hoje indico o livro Crianças de Grozni da autora Åsne Seierstad, autora do livro O Livreiro de Cul e 101 dias em Bagdá, um livro que nos mostra de uma visão forte de uma guerra entre russos e tchetchenos, onde crianças e adolescentes crescem com o medo e incerteza em meio a violência, sem pesperctiva de um crescimento sadio, um livro que recomendo.


 Crianças de Grozni 


Crianças de Grozni

Sinopse

Nas primeiras horas de 1994, tropas russas invadiram a Tchetchênia, levando o país a um prolongado e violento conflito. Como correspondente internacional em Moscou naquela época, Åsne Seierstad viajou regularmente à Tchetchênia para fazer reportagens sobre a guerra e descrever os seus efeitos sobre aqueles que tentavam viver normalmente, apesar das circunstâncias desfavoráveis. Na década seguinte, Seierstad tornou-se uma autora internacionalmente conhecida e viajou aos Bálcãs, ao Afeganistão, ao Iraque e a outras regiões devastadas pela guerra, sem jamais perder de vista o conflito que observou de perto no início de carreira. Durante esses anos, ela viu a Rússia suprimir uma rebelião islâmica em duas guerras sangrentas e o mundo se apavorar diante da ameaça de um novo episódio de terrorismo internacional. Em 2006, ela retornou à Tchetchênia e se deparou com uma sociedade ainda embrutecida. Encontrou crianças traumatizadas e percebeu, naquele cenário, a impossibilidade de crescimento sadio para pessoas que só haviam conhecido a guerra e que se acostumaram à violência.Depois de percorrer os vilarejos pobres da Tchetchênia e ouvir as histórias dramáticas de um povo marcado pelo sofrimento causado por guerras e confrontos, Seierstad viajou à capital do país para investigar junto aos poderosos as razões da atual miséria tchetchena e as políticas implementadas pelo governo no sentido de conduzir o país à prosperidade. Em Grozni a autora entrou em contato com universitários, ministros, assessores do governo e empresários, tendo oportunidade de registrar as ambigüidades de uma democracia autoproclamada envolta num véu de censura feroz. Ela visitou ainda instituições oficiais do país e observou o funcionamento de um aparelho burocrático servindo ao único propósito de incensar e promover o presidente da república, Ramzan Kadirov, que em entrevista aqui reproduzida não consegue dissimular os maniqueísmos de uma administração atroz e assassina. Um retrato emocionante, pessoal e preciso da Tchetchênia de hoje, Crianças de Grozni conta a história de uma terra violenta e de sua luta presente pela liberdade.


 Neste livro Åsne Seierstad novamente nos revela, mais uma história de países que dificilmente conheceríamos, com acontecimentos e atos indescritíveis que nem poderíamos imaginar que ocorrem até hoje.
  A autora já havia estado na Tchetchênia como correspondente internacional para fazer reportagens sobre a guerra que o país estava contra a Rússia e 12 anos depois ela retornaria novamente para analisar as transformações referentes aos conflitos que se seguiram.
  Assim, ela descreve os efeitos da guerra que deixaram seqüelas permanentes em crianças, mulheres que tiveram seus filhos e maridos arrancados de casa e homens que foram torturados por defender sua terra.
  O livro é contado em primeira pessoa, que mostra-nos, além dos tristes acontecimentos, a imensa coragem da autora, que percorre a Tchetchênia inteira e que muitas vezes arriscou a própria vida para relatar os dois lados dessa guerra. Leva-nos também a conhecer uma Rússia um pouco diferente que imaginamos conhecer, país de uma etnia enorme.
Podemos dizer que é um livro um tanto triste, marcado por histórias reais de pessoas que viveram essa guerra e que foram marcadas pelas imensas injustiças, sofrimento de uma Tchetchênia que antes deste excelente livro nunca havia sido mostrado.



Espero que vocês tenham gostado!





Abraços*


Marco Antonio

11 Comentários

  1. Marco Antônio curto bastante esses livros sobre guerra que você indica.
    Esse eu já fiquei com vontade de ler só pela capa, que é linda! Parece um livro realmente muito bom, mesmo que triste.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. O livro parece relatar muitos momentos tristes, conflitantes mas que deve emocionar muito. Gosto de livros que relatam realidades, mesmo que elas sejam tristes e revoltantes.

    ResponderExcluir
  3. Oi Marco*
    Nossa, eu achei este livro muito interessante, eu gosto de ler livros com este tema.
    Essa capa é muito intrigante, me deixa curiosa!!

    Adoreii adica*
    Bjinhs*

    ResponderExcluir
  4. Oi,Marco|!
    Eu gosto muito de livros que abordam essa temática. Esse eu ainda não conhecia, mas já o adicionei à minha lista de leituras.
    Ótima dica!
    Bjs!
    Zilda
    Cachola Literária

    ResponderExcluir
  5. Muito boa dica! Exatamente pelo o que disseste: a oportunidade de conhecer culturas que pouco conhecemos. Anotei a dica já.

    liliescreve.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Parece, realmente, um ótimo livro.
    Ainda não conhecia e me interessei muito. Acho importante conhecermos a realidade de outros países. Ótima Dica!
    Abraços!

    Camila - Meu Livro Cor-de-Rosa
    http://meulivrocorderosa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. O Marco sempre indica esses livros mais verídicos, gosto de leitura assim, acho que faz muito tempo que não leio algo no estilo, inclusive.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Boa noite Pessoal e boa noite Vanessa,

    Fico feliz que tenham gostado da dica dessa semana, esse livro é surpreendente apesar da triste realidade dos fatos e vale muito a leitura...abçs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Marco! Então, livros assim de gurra eu não curto muito, com uma temático um pouco pesada..MAs esse parece ser uma boa pedida.. sem contar que a capa é bem instigante!

    Fernando
    http://migre.me/cQZGJ

    ResponderExcluir
  10. Oi Marco.
    Adoro livros deste estilo.
    Este eu não conhecia... Fiquei curiosa para ler.
    Adorei a dica.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Oie Marco
    como sempre um romance que fico conhecendo através da sua indicação. Gosto muito de livros que tragam no enredo conflitos entre países e a devastação que origina deles.
    Certamente entrará para a listinha.
    bjos

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!