Categorias:


Oi seus lindos!
E aí, preparados para o feriadão de carnaval?? Coisa boa né? Eu irei aproveitar para pôr em dia minhas leituras!!

Bem, hoje eu venho falar sobre um livro bem interessante. Eu recebi o convite para lê-lo, e agradeço ao autor pela oportunidade.


A garota que tinha medo

A garota que tinha medo
Sinopse

Diagnosticada com a síndrome do pânico, tudo o que Marina deseja é encontrar um lugar confortável neste mundo. Numa narrativa em primeira pessoa, detalhada e realista, Marina nos expõe sua vida amorosa e sexual, universitária e profissional, religiosa e familiar. Psiquiatras e psicólogos fazem os papéis de heróis neste livro tão impactante quanto revelador, que tem suas partes de amizade e amor ao próximo. Como não se emocionar com Péqui ou não se apegar ao veterano de guerra que cuida de Marina? A agorafobia é outro tema abordado de maneira tocante nestas memórias. Um drama original, escri- to em linguagem incrivelmente acessível, para quem deseja conhecer a síndrome do pânico, seus possíveis desdobramentos em nossas vidas e aqueles tratamentos mais famosos. Um romance moderníssimo, humano e esclarecedor.





Esse livro trata de um assunto muito importante, a Síndrome do pânico. Aqui conhecemos a Marina, uma jovem que está estudando dia e noite para o vestibular, para o curso de jornalismo. Ela sofre uma certa pressão por parte de sua mãe, que a faz se inscrever em umas seis universidades, em uma ela terá que passar.

Graças ao seu estudo ela consegue passar em mais de duas, onde ela poderá escolher em qual irá cursar. É diante dessa realidade, pressão da sua mãe, início na universidade, novos amigos e um amor que surge, que a síndrome do pânico aparece na vida de Marina.

Gente, para quem não conhece esta doença este livro é uma bela dica, porque aqui acompanhamos todas as características da doença, como ela começa, sensações, como a pessoa reage no momento dos ataques, como as pessoas ao redor reagem.

Algo que achei muito interessante é que acompanhamos as idas de Marina ao psicólogo e ao psiquiatra, onde encontramos possibilidades de como controlar os ataques. Gostei muito da Marina e a força que teve para enfrentar tudo, superar e seguir sua vida.

Gente, lá vai um testemunho meu... Eu tenho a síndrome do pânico, infelizmente. Ela desencadeou ano passado, logo depois que eu perdi meu irmão. Confesso que não foi fácil eu admitir e tomar coragem de ir ao psicólogo e psiquiatra, sim, por que tenho que tomar remédios para não ter os ataques.

Pelo que minha psiquiatra me explicou, isso aconteceu comigo pela junção de coisas que sofri ano passado, é como se fosse um fuga do meu cérebro, algo assim. E a síndrome surgiu por causa da ansiedade que tenho, medos intensos de que coisas ruins aconteçam, taques cardíacos, medo da morte. Medo do Medo.

Essa doença é terrível e me identifiquei muito com a Marina, em vários aspectos. Principalmente quando vemos na história a forma que as pessoas reagem quando surgem os ataques. Não escolhemos o momento, simplesmente acontece, mas as pessoas não entendem. 

Bem, se você que está lendo tem ou acha que tem a síndrome do pânico, não deixe a coisa se agravar, não tenha vergonha de ir ao psicólogo, vai logo, quanto antes melhor. Se você não sabe os sintomas lá vai algumas características:

1. Coração acelerado, ataque cardíaca;
2. Falta de ar;
3. Tontura;
4. Dor no peito;
5. Medo de morrer;
6. Náuseas;
7. Tremores, suor...

Falando por mim, é terrível. Não é fácil controlar. Eu tenho essas sensações a qualquer momento, posso estar no trabalho, na rua, lendo, na livraria, com minha família, antes de dormir, não interessa, quando vejo, já estou tendo o ataque.

A leitura deste livro me ajudou muito, como falei antes, o autor dá algumas dicas de como controlar os ataques e até mesmo de como enfrentar, e eu estou colocando em prática. Tudo indica que às vezes a síndrome surge na mudança de realidade, coisas novas.

Gostei muito do desfecho da história, a leitura é fluida, gostei de como o autor explicou a síndrome e principalmente me mostrou de como é possível vencer, conviver com isso e ter uma vida "normal".


#Fica a Dica*

12 Comentários

  1. Oi,amiga!
    Assim que vi sua foto postada no face quando estava no comecinho da leitura fiquei muito interessada em conhecer um pouco mais sobre o livro.
    Sei muito bem do que você está falando porque sei o que é sentir cada sintoma desses. Adoraria ter a oportunidade de conhecer o livro.
    Adorei a resenha e não imaginava o quanto o livro era bom. A capa é linda e o título é muito convidativo.

    Bjs e bom feriadão!
    Zilda Peixoto
    http://www.cacholaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  2. Também já li este livro e o achei bastante esclarecedor sobre um assunto que eu pouco ou nada conhecia. Que bom que a leitura te auxiliou a enfrentar a síndrome Nessa, não deve mesmo ser nada fácil....Mas tenha força e fé, tudo tem seu tempo.

    Beijo, Van - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  3. Achei a proposta do livro muito interessante. Nunca li nada que trata da Síndrome do Pânico e fiquei com bastante vontade de ler esse livro.

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha Nessa e fico feliz que o livro tenha te ajudado a lidar com a síndrome do pânico. A temática é ótima, e pelas suas palavras, o autor soube desenvolvê-la com maestria. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Nessa, tudo bom?
    Realmente, essa temática é super importante para que as pessoas saibam mais sobre o assunto. É uma leitura que eu faria. Muita força pra você porque realmente as pessoas não entendem.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nessa! Nossa, esse livro parece ser super legal e impactante. Fiquei com muita vontade de ler.
    Não sabia que você tinha Síndrome do Pânico. Que bom que você procurou ajuda e hoje está bem.
    Beijos,

    Letícia
    http://www.odomdaescrita.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia este livro. Deve ser muito triste uma pessoa com sindrome do pânico. Fiquei com vontade de ler.
    Bjokass

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nessa!
    Tenho alguém bem próximo de mim que já teve a Síndrome do pânico e sei como é difícil, mesmo não estando na pele.
    Que bom que o livro tenha te ajudado de alguma forma :)

    Beijão,
    Sofia - Lendo de Tudo

    ResponderExcluir
  10. Olá, Nessa!
    Fico muito feliz que tenha gostado do livro e, principalmente, que ele ajudado nessa luta contra a síndrome.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  11. Oi Nessa,

    Não me lembro de ter lido algo parecido, mas fico feliz que ele tenha te ajudado. Não sei o que é passar por isso, mas desejo que isso passe, realmente não é fácil lidar com doenças nervosas, eu tenho epilepsia e qualquer pressão ou estres me deixa em parafuso...e bem não é nada legal.

    Bjus Elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi adorei sua resenha...mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..abraços. www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?nitem..busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso
    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!