Categorias:


Oi queridos, tudo bem?!

Hoje estamos estreando aqui no blog uma coluna de Crônicas. E quem vai escrever essas crônicas para nós é a Aurora, nova colaboradora aqui do blog. Espero que vocês gostem, porque eu como fã de grandes cronistas, gostei muito da ideia.
Essa coluna não terá dias definidos, simplesmente será postado quando a autora me enviar o texto, de uma forma bem espontânea e livre. Bora conhecer sua primeira crônica?


Mulheres




Tem ser humano mais cobrado do que nós? 

Mulheres tem que estar sempre de unha feita, cabelo bonito, elegância no nível máximo, educação impecável, temos que ser guerreiras, trabalhar, se sustentar e ser bem resolvidas!!! Temos que ser excelentes motoristas, entender de mecânica, de finanças, de negócios, de tendências mundiais, de política, precisamos ser donas de casa maravilhosas, caprichosas, organizadas, cozinhar bem, precisamos ser namoradas perfeitas, amantes extraordinárias, companhias divertidas, esposas compreensíveis, mães exemplares. Precisamos ser espiritualizadas e se dar super bem com o pessoal mega moderno cheio de gíria ligado em tecnologia e também se dar super bem com nossas avós e seus pontos de vista mais antigos. Precisamos também enfrentar com sorriso no rosto as cólicas mensais, precisamos esconder as tmp e enfrentar dores do parto com desdém. 

Carambaaa, quem disse aos homens e para as outras mulheres que precisamos ser tudo isso e muito mais?

Quero pedir permissão para chorar, chorar porque borrei a pintura na minha unha recém pintada, chorar por um problema que.... Deus do céu: não consigo resolver sozinhaaaa!! Chorar porque quebraram o espelho do meu carro novo ou só porque quero chorar, porque estou me sentindo carente, porque estou me sentindo fraca oras!!!

Quero um dia errar sim na comida e não ser cobrada por isso, quero rir porque o arroz queimou ou porque esqueci do sal no feijão.

Quero ficar uma semana ou mais com a unha sem pintar e o cabelo por retocar sem ser chamada de relaxada.

Quero estar tranquila para pedir para vizinho do prédio para ele colocar meu carro na garagem ou para me explicar o que significa o que é aquele compartimento no motor onde tem um líquido, que nem imagino o que seja, e que diz que está abaixo do nível mínimo sem que para isso eu seja chingada por não entender de mecânica ou ouvir que mulher na direção é perigo constante. Afinal: que problema é esse de não entendermos de motor de carro? E daí que a gente mal saiba ir no posto colocar combustível? Isso fará sermos menos competente na frente da direção que é o que vale mesmo? 

Quero ficar tontinha sem entender nada quando ouvir uma notícia de política mundial sem ser chamada de desorientada.

Quero que me deixem em paz quando eu estiver numa rodinha de mulheres e ficar muda por não estar por dentro do que esta acontecendo na última novela. Porque toda mulher tem que ver novela? Eu não quero, não gosto, não pretendo ver e entre ficar numa rodinha feminina falando de futilidades, quero ficar perto dos homens falando coisas mais interessantes, até porque não existe nada que me obrigue a aceitar a convenção: mulheres de um lado, homens do outro, aliás detesto isso!!! Todo mundo reunido? Porque não ficar todo mundo reunido? Tudo bem que algumas pessoas falem de um assunto, outras de outros, mas para quê essa mania de cada sexo num canto? Que frescura é essa? Vamos ficar todo mundo junto e misturado, quero isso, quero misturar assuntos, quero conviver com meus amigos homens e minhas amigas mulheres sem estar em bolinhas separadas, todo mundo junto, interagindo! Me recuso a aceitar a divisão: mulheres na cozinha, homens na churrasqueira. Que saco isso!!!

Quero também sorrir com a compra de um sapato novo, de uma blusa nova, de um livro sem ser chamada de fútil. Quem disse que gostar de estar arrumadinha é futilidade? O exagero é, o equilíbrio não, aliás, se preocupar com a aparência de maneira equilibrada para mim se chama capricho!!

Quero sim estar numa profissão quase que dominada por homens sem receber piadinhas sem graça, quero gostar de consertar coisas dentro de casa sem que para isso eu crie uma casca dura por fora, quero às vezes fazer cara de "to toda perdida" sem ser chamada de infantil. 

Quero ser fraca, forte, chorona, guerreira, trabalhadora, preguiçosa, dengosa, determinada, quero errar, acertar, aprender, amadurecer, pagar mico... 

Quero ser o que todo mundo é, sem ser julgada: quero ser imperfeita!! 



Aurora

7 Comentários

  1. Não somos mulheres maravilhas mas, é isto o que esperam de nós, não procuro ser perfeita, longe disto, com a correria do dia a dia nem tem como, palavras como esta me animam e mostram que estamos no caminho certo!

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Adorei a Crônica! E a imagem combinou perfeitamente com o assunto: a mulher tem que ter mil "braços" hoje em dia mesmo para cuidar de casa, carreira, estudos, filhos, companheiro, família e ainda manter a aparência no capricho hehehe. Acredito que o verbo que nos define seja cuidar. Mas, não podemos nos esquecer de cuidar da gente mesma também e nos dar o direito de sermos felizes apesar de tantas cobranças sociais. Uma crônica que convida homens e mulheres para a reflexão. Parabéns, Aurora!
    Beijos,
    Taty Casarino.

    http://tatycasarino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Eu estava refletindo agora junto com essa crônica e se formos pensar, desde pequenas já ouvimos que não podemos isso ou aquilo. Ou seja, isso já começa na infância e com o passar do tempo só piora.
    Eu estou longe de ser perfeita, sou cheia de erros e sou feliz assim. Que se danem os outros, vamos é ser feliz a nossa maneira!! Adorei a crônica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Bom dia!
    Este comentário é para a Vanessa: estou procurando um link de um email de contato no blog, mas não achei... você poderia por gentileza me informar um endereço eletrônico seu ou do seu site?
    Muito obrigado!
    Pedro Varella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pedro!
      este é meu e-mail: vanessapereira04@hotmail.com

      Excluir
  5. Adorei a crônica.Perfeita!!!!
    E vamos ser felizes a nossa maneira!!!!

    ResponderExcluir
  6. Bom dia Vanessa,

    Muito legal essa coluna, seja bem vinda Aurora, gostei demais da sua crônica, perfeição não existe e muitas pessoas esquecem de viver a própria vida pensando nela....bjs.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!