Categorias:



Oi meus amores, tudo bem? 
Hoje venho falar de um livro que eu literalmente me encantei pela capa e o título me deixou um tanto curiosa. Gostei muito desse livro. Vem conferir o que eu achei dessa leitura!





Mosquitolândia
David Arnold


untitled
Sinopse
 “Meu nome é Mary Iris Malone, e eu não estou nada bem.” Após o inesperado divórcio dos pais, Mim Malone é arrastada de sua casa em Ohio para o árido Missis - sippi, onde passa a morar com o pai e a madrasta e a ser medicada contra a própria vontade. Porém, antes mesmo de a poeira da mudança baixar, ela descobre que a mãe está doente. Mim foge de sua nova vida e embarca em um ônibus com destino a seu verdadeiro lugar, o lar de sua mãe, e acaba encontrando alguns companheiros de viagem muito interessantes pelo caminho. Quando a jornada de mais de mil quilômetros toma rumos inesperados, ela precisa confrontar os próprios demô- nios e redefinir seus conceitos de amor, lealdade e sanidade. Com uma narrativa caleidoscópica e inesquecível, Mosquitolândia é uma odisseia contemporânea, uma história sobre as dificuldades do dia a dia e o que fazemos para enfrentá-las.


Sabe quando você começa ler um livro sem saber exatamente o que irá encontrar e aos poucos vai se encantando com a narrativa do autor, com os personagens e não para de ler até descobrir o que irá acontecer no final? Pois é, isso aconteceu comigo lendo "Mosquitolândia". Que livro Incrível!

Mary Iris Malone, conhecida com Min, não estava nada bem. Seus pais se divorciaram, seu pai casou-se novamente e foram morar longe de sua mãe. Saíram de Ohio e foram morar em Mississípi. Ela odeia a madrasta, não suporta ouvir seu pai dizendo que ela tem que tomar os remédios para depressão para não acabar como sua tia Isabel, e para completar ela descobre que sua mãe está doente e que sua madrasta vem escondendo cartas que sua mãe havia lhe enviado.

Diante dos fatos Min, resolve fugir, irá fazer uma longa viagem para ir atrás de sua mãe, 1524 km de Jakcson, Mississipi até Cleveland, Ohio. Pega a mochila, coloca dentro tudo que precisa para uma longa viagem, incluindo seu diário onde costuma escrever cartas para sua tia falecida Isabel.

Durante essa viagem muita coisa acontece, muitas pessoas ela conhece no ônibus. Começa com a Arlene, a senhora que senta ao seu lado no ônibus, uma senhora encantadora que chama sua atenção por carregar uma caixa nas mãos. O "homem do poncho", um cara nojento. Um "casal gay", que acabam salvando sua vida. E Walt e Beck, dois garotos que se tornam seus melhores amigos, e vão com ela até o fim da viagem.

Gostei muito da protagonista. Ela é uma garota com depressão, cega de um olho, mas o coração dela é puro e cheio de amor. Ela passa o livro todo escrevendo em seu diário, o interessante é que todos que acabam de alguma forma passando por ela nessa viagem, a levam a uma reflexão. A tristeza e o ódio que ela carrega são tudo fatores em relação ao divórcio dos pais, saudades da mãe, e falta de sua tia falecida. E mesmo com todos os problemas que ela carrega e a negação ao tomar os remédios da depressão, ela consegue de alguma forma amar e ajudar as pessoas ao seu redor. As reflexões que ela faz durante a viagem, também me fizeram refletir...

A história desse livro passa muitas mensagens, e quando terminei a leitura ainda fiquei alguns minutos pensado e refletindo sobre a história, sobre a Mim. O final me surpreendeu e fiquei com aquele gostinho de quero mais sabe? Queria muito que houvesse uma continuação.

Esse livro foi muito mais do que eu esperava, a escrita do autor é impecável e inteligente, me despertou diversas sensações e sentimentos durante a leitura, e me fez refletir sobre a vida.
Ele ainda traz presente assuntos como o homossexualismo, a depressão, a importância da amizade e a síndrome de down.

Recomendo a Leitura!!

14 Comentários

  1. Gostei da resenha Nessa. Me pareceu ser uma leitura muito cabeça, além de interessante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nessa
      Esse livro me surpreendeu, porque é uma história diferente e nos leva a reflexão. Curti muito a leitura. Bjs

      Excluir
  2. Oi, Vanessa!
    Tão bom quando um livro nos surpreende tanto e ainda nos faz refletir bastante, né?!
    Fiquei curiosa com o enredo.
    Adorei a esenha.
    Beijos

    www.construindoestante.com || Curta a fanpage
    Esse é o mês de aniversário do blog! Participe da Promoção e do Top Comentarista

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie
      Bom de mais quando a leitura alcança nossas expectativas e surpreende. É um livro que vale a pena ser lido. Bjs

      Excluir
  3. Nossa mas que enredo interessante! *---*
    Amei a sua resenha amiga e fiquei muito curiosa para ler esse livro! Só a capa que eu achei um pouco fraca, mas não se pode ter tudo nessa vida né?! Hahahaha
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gaby
      Mas sabe que o que chamou minha atenção e me fez comprar o livro foi a capa, eu achei tão bonitinho e tem tudo a ver com a história. Se ler depois me conta o que achou. Bjks

      Excluir
  4. Deve ser um livro com uma leitura bem gostosa, gostei da sinopse e a capa tbm chamou a minha atenção =D

    ResponderExcluir
  5. Eu já havia me apaixonado pela capa sem nem saber nada sobre o livro, agora com tantos elogios, tenho certeza de que quero muito ler!!! Obrigada pela dica!

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu já havia me apaixonado pela capa sem nem saber nada sobre o livro, agora com tantos elogios, tenho certeza de que quero muito ler!!! Obrigada pela dica!

    Beijo, Vanessa Meiser - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oie Nessa
    eu não estava muito interessada no título, mas depois da sua resenha, vou precisar ler de qualquer jeito rs
    amo leituras reflexivas
    bjos
    www.mybooklit.com

    ResponderExcluir
  8. Olá Vanessa,

    Essa é a primeira resenha que leio desse livro, não sabia o que espera dele, o ruim de ler a sua resenha é que me deu vontade de comprar e ler, mas no momento falta money, mas já vai para a minha lista, a capa é dez....ótima resenha...bjs.


    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, Vanessa! Tudo bem?

    Gostei muito da resenha de Mosquitolândia!
    Achei que pela capa seria um livro chato, mas sabe que fiquei surpreso? uau! Curti! :)

    Vanessa, viste nosso blog , ficarei muito feliz! :)
    Também estamos no Youtube Irmãos Livreiros , inscreva-se pois tem muita coisa legal por lá! :)

    Parabéns pelo blog! Muito bem estruturado! ;)
    Beijos!
    Irmãos Livreiros

    ResponderExcluir
  10. Eu sou suspeita pra falar desse livro porque eu simplesmente me apaixonei por ele, por Mim, Arlene, Walt e Beck. Queria abraçar todos!!! Senti também muitas emoções diferentes do inicio ao fim. O autor me conquistou. Quando descobri o significado de Mosquitolândia, dei muita risada. Quanta imaginação!
    Adorei sua resenha!
    Abs!
    http://ohqueridavalentina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Visitem meu blog para ver resenhas de Mosquitolândia e outros livros: https://viagemaocentrodabiblioteca.wordpress.com/
    Aproveite!

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!