Categorias:

Pessoal, Feliz Ano Novooooo!!!! Começaram o ano já colocando em prática as metas escolhidas mês passado né? Não me decepcionem, hehehehe.
Mas além de colocar as metas em prática de verdade o que acham de superar limites? A crônica de hoje é sobre isso, texto escolhido a dedo para iniciar esse ano novinho em folha.

Não esqueçam de antes de começarem a ler a crônica, clicarem no play (sugestão musical no final do post), e ai sim, lerem com calma, e se a música acabar antes ... coloquem para repetir. Se quiserem comentar ficarei muito feliz em responder depois.

Sugestões de temas, deixem nos comentários.

*******
Limites : já tentou descobrir o que tem no outro lado?

Limites, hoje vejo falar de bloqueios, medos, limites que colocamos em nós mesmos. Mas antes de continuar quero deixar claro que os limites que falo aqui não são os referentes à falta de educação, desrespeito às leis, de invasão da vida alheia e outros que fazem parte desse grupinho, aqui falo de limites nossos, internos, aqueles que só nós sabemos que temos ou que nem imaginamos que eles existem. Limites "do bem".

Quem de nós não tem medos, receios, desejos escondidos que não são revelados por vergonha? Quem de nós nunca se recusou a fazer algo por achar que não conseguiria?
Todos nós temos algo assim, escondidinho.

Atualmente eu enfrentei um limite, um medo, uma vergonha: de revelar que era eu, Fernanda, quem escrevia esses textos. Não foi fácil não, coração acelerou quando o post em que me revelei veio ao ar, pernas tremeram quando eu postei (inicialmente para poucos amigos) no Facebook o link desse post que fez meu coração acelerar, suei frio mas já tinha decidido vencer esse receio e foi... libertador.
 Resultado de imagem para liberdade tumblr
Indo além desse receio, no ano de 2016 eu iniciei academia por um motivo específico que não vem ao caso agora, comecei respeitando todas as instruções (e tento fazer isso até hoje) mas confesso: muitos pesos eu não acreditava que ia conseguir trabalhar com eles. Eu repetia sem parar, por exemplo, que não tinha força nos braços e me conformava em ficar envolvida com meus...nossa, nem lembro mais, 3 kg? Mas os maravilhosos 2 instrutores, presentes  que o universo me deu,  acreditavam mais em mim do que eu mesma, hehehehe e devo a eles as palavras de incentivo que me fizeram aos poucos, ver que eu conseguia sim ir muito além do que eu imaginava ir.  E devagarinho os 3 kg subiram e fizeram eu mesma ver que podiaaa sim e que a força nos braços e pernas e abdômen e panturrilhas e turma toda, deveria ser conquistada com muito suor, disciplina, paciência e que principalmente: valia muito a pena... Tantos aparelhos, tantos exercícios, tantos bloqueios que eu tinha...tantos pesos que cresceram para números que eu jurava nunca conseguir trabalhar, tantos aparelhos que eu aprendi a usar, tantos muros mentais que eu escalei e continuo escalando...

E quantos de nós tem receio de fazer algo? Quantos de nós temos medo de enxergar depois do muro?  Acreditem em mim: olhar e escalar esses muros mentais é bom demais!!! E quando você escala um, você quer escalar muros cada vez maiores.

Todos nós temos força para ir onde quiser, fazer o que quiser, basta derrubarmos os limites mentais que nos aprisionam. Pense agora em quais são seus medos, seus limites... Não, não continue lendo não, feche os olhos, escute a música (coloque ela para repetir sempre que acabar) e pense em quais são seus limites...

Agora pense em como se sentiria depois de superar eles.  Já pensou que a vida está passando e amanhã você pode se arrepender de não ter tentado? Será que o preço do arrependimento, da frustração de não ter tentado vale se comparado ao preço das pernas tremendo e depois da sensação libertadora e maravilhosa?

Estamos numa sociedade que se acostumou em esperar as coisas acontecerem, estamos num vício de não arriscar nada, de não tentar, de querer as coisas prontas...  Vamos experimentar o outro lado, vamos conhecer através do muro, vamos viver intensamente o que sonhamos... Se permita a sentir o vento da superação no seu rosto, se permita ultrapassar os limites que você acha que tem, se permita viver com mais emoção.
 Resultado de imagem para liberdade borboletas tumblr
Fácil não é, muitas vezes precisamos de uma forcinha extra, como meu caso na academia - aaaaaa se esses dois moços que citei aceitassem o que eu dizia ser meus limites.... eu não ia comemorar as pequenas vitórias (pequenas para muitos, enormes para mim) e não ia querer ir além, não ia ter a certeza que eu posso sim ir mais longe porque agora, gostei de me superar. Para você que tem receio de testar seus limites, peça ajuda (aqui no blog tem eu, a Nessa e o Marco Antonio, além dos leitores (coloquei todos na mesma panela, hehehe)), peça ajuda, tente, se supere...

Chega de viver no conforto da comodidade em não tentar... escale o muro, ultrapasse seus limites, tente, se supere... viva com mais emoção.

E somente depois de conseguir isso você vai entender o quão bom é sair do conforto de ser plateia para ser protagonista da própria história.

         

50 Comentários

  1. Muitas desculpas a gente se dá pra justificar pra nós mesmos o não tentar. Que bom que tu encontrou pessoas que não aceitaram as tuas desculpas.

    www.cupidobrega.com.br
    Canal no YouTube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Aline, realmente agradeço por elas até hoje e seguindo o exemplo procuro incentivar outras.

      Excluir
  2. Oi Nessa, também amei meu anel de formatura hehe
    Amo ametista! Estou louca para usar....falta uma semana agora !
    Com certeza postarei mais fotos :D
    Adorei seu post!!!!!
    <3

    http://diariodalulu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciana, aqui é a Fernanda (sou colunista aqui no blog da Nessa, meu nome fica no final do post). Você se formou? Que legal, em qual curso?

      Excluir
  3. Oi, Nessa.
    Feliz Ano Novo. ♥
    Fiz um texto ontem justamente sobre medo e coisas que nos prendem.
    Realmente a melhor sensação é poder saber que superamos algo que parecia ser impossível.
    Ótima crônica.
    Beijo

    Te Conto Poesia ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Camila!!
      Aqui é a Fernanda (sou colunista aqui no blog da Nessa, meu nome fica no final do post). Você também está escrevendo textos sobre assuntos diversos? Que legal, vou conferir também. bju

      Excluir
  4. Adorei essa frase "Chega de viver no conforto da comodidade em não tentar... escale o muro, ultrapasse seus limites, tente, se supere... viva com mais emoção

    Tbm adoro ler, mas eu fico muito presa nos clássicos.
    https://verdeveggie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá S.C. , fiquei muito feliz com seu comentário. Espero ver você comentando mais vezes por aqui.

      Excluir
  5. Olá, Fernanda, amiga amada! Eu adorei esta Crônica! A história da minha vida é a história de superação de medos e limitações psicológicas hehehe. A maioria das minhas limitações são internas e da minha própria cabeça. As pessoas não entendem nossos medos e muitas, quando nos veem, não sabem o quanto caminhamos para chegar onde estamos. Fechei meus olhos e imaginei aquilo que resta superar... deu vontade de superar hehehe. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá linda!! Realmente, conheço sua história e ela é de muita superação, aliás nossas histórias são parecidas em fases em que cada uma passou. Sei que entende bem o quanto é bom se superar. Bju imenso minha amiga amada.

      Excluir
  6. Amei o seu texto e me indenfiquei muito com ele. Você tem razão, muitas vezes, deixamos de
    fazer as coisas com o medo do que os outros vão pensar, ou porque achamos que não somos capazes e aí desistimos sem nem ao menos tentar. Em 2017, vou tentar não me bloquear tanto e me arriscar mais.
    Mil beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso ai Gabriela. E sempre quando superar algo nesse ano, vem aqui e nos conte, não precisa ser nessa postagem, assim quanto mais histórias de superação conhecermos mais pessoas terão coragem de ultrapassar seus limites. bjuuuu

      Excluir
  7. Amei o texto, me identifiquei demais. Precisamos acreditar mais em nós mesmos. Bjos <3

    Click Literário


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo Click Literário!! Volte sempre!

      Excluir
  8. '' E somente depois de conseguir isso você vai entender o quão bom é sair do conforto de ser plateia para ser protagonista da própria história '' literalmente me comovi menina! realmente precisamos sair desse conforto, amei o texto!!
    Abraços;**
    http://FebredeLivro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha saber que despertei emoções como em você Maria. Venha sempre aqui tá? Adorei seu comentário.

      Excluir
  9. Oi, Fernanda! Tudo bem? Sou daquelas pessoas que vivem uma rotina e não tem coragem para sair dela. Seu texto me encorajou a sair dela. Adorei! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ameiiiiiii suas palavras Tony!! Isso aí, vamos se superar e não esqueça de vir nos contar sobre suas superações, vou adorar conhecer!! Abraço!!

      Excluir
  10. Adorei o texto!! Acho que tem que se arriscar sempre. Pelo menos eu sou assim!! Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Eu adorei seu texto, eu vivi uma situação no fim desse ano que muitas vezes eu quis desistir por medo, muitas vezes MESMO, mas acabei indo e é a coisa que menos me arrependo em minha vida.
    Temos que viver e sem pensar no amanhã. Porque o amanhã pertence a Deus.

    Acabei de conhecer seu blog e virei seguidora. Eu te espero no meu cantinho.
    Beijos,
    http://quetal-carol.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol, que coisa boa ler seu comentário!!! Precisamos sim acreditar em Deus e nos superar, correr atrás do que sonhamos. Vou conhecer sim seu cantinho. Bju grande.

      Excluir
  12. Oi Fernanda, tudo bem?

    Mais uma vez, seu texto está magnífico! Me identifiquei com algumas situações que você citou. Eu limito minha capacidade física, tenho vergonha do meu corpo e acabo não indo a academia por vergonha. Ainda tenho limites quanto a liberar as coisas que escrevo, mas espero ser tão corajosa quanto você e um dia quebrar essas amarras!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alice querida, sempre por aqui. Fico feliz que continua comentando e conferindo minhas crônicas. Opa, trate de ir na academia, não é vergonha não. Eu procuro incentivar os colegas novos que lá chegam, muitas meninas as vezes chegam sem graça e sinto que me analisam até, ou talvez meus pesos....mas quando consigo uma brecha converso com essas pessoas e deixo claro: para chegar onde cheguei foram meses de treino diário e ainda estou longe de onde preciso chegar. Enfim, todos tem capacidade lá. Trate de parar de ter vergonha do seu corpo, já leu a crônica: http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/2015/09/cronica-que-tipo-de-beleza-voce-quer-ter.html ? Pois leia, hehehe.
      Você vai conseguir mostrar também seus textos, confio em você.
      Bjão

      Excluir
  13. oooi adorei o post, maravilhoso ^^
    beijos
    bellapagina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Letícia.
      Que bom que gostou, concorda com o que foi escrito?
      Bjus

      Excluir
  14. uau que lindo, sua escrita é maravilhosa. Eu me limito em vários sentidos. Principalmente escrever meu livro, tem tanto tempo que comecei e não quero continuar com medo de me frustar e tals, mas segue em frente você tem talento beijos

    Taynara Mello
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tayara, olá...
      Escrita maravilhosa? Nossa, fiquei até sem jeito e muito feliz com seu elogio. Você esta escrevendo um livro? Haaa pode continuar e se quiser pode ir mandando os capítulos para mim ir lendo antes de mostrar para todo mundo, hehehehe, não pode deixar esse livro de lado não.

      Bjusssss.

      Excluir
  15. Olá, Fernanda.
    Adorei seu texto. Eu sofro de ansiedade e sou muito avessa a mudanças por isso quando se fala em limites eu sou um das que paro ali. Acho que é mais pela ansiedade mesmo do que por medo de não dar certo. Mas preciso mudar isso e acreditar mais em mim.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sil,
      Nesse caso acredito que uma das alternativas seria controlar sua ansiedade, quem sabe com homeopatias, florais...já pensou? Cuide de uma coisinha por vez que logo estará se sentindo toda corajosa. Conte com nosso apoio.

      Excluir
  16. Oi Fernanda,
    O ano novo já começou muito com esse texto. Uma injeção de ânimo.
    Sei que preciso ser mais corajosa, mas confesso que é difícil viu? hahaha
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alessandra!!!
      Escolhi esse texto de propósito para o início do ano, hehehehehe
      Difícil não é impossível, conte com nossa ajuda.
      Bjusss

      Excluir
  17. Oi, Nessa!
    Amei sua determinação na academia, mas só de ler seus exercícios me deu uma dor no corpo. Hahahahahhaha
    Super concordo que temos de nos forçar até onde podemos.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luiza,
      Hahahhaa, dor no corpo é bom quando você vê os resultados depois, vale a pena.
      Bjussss, volte sempre.

      Excluir
  18. Oii,
    Adorei o texto. A gente acaba se identificando, pois muitas vezes não acreditamos em nós mesmos e temos medo de tentar.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente com o que disse Jéssica.
      Vamos ir quebrando nossos medos devagarinho...
      Bjus e ótimo domingo.

      Excluir
  19. Gostei da crônica Fernanda. É típico do ser humano titubear no meio do caminho, por receio, insegurança e até mesmo medo do que vem a seguir. Almejamos a perfeição, mas somos falhos, sendo esta uma característica natural, porém depende única e exclusivamente de nós as decisões e atitudes que devemos ter para enfrentarmos a vida. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa sua frase Vanessa arrasou: "Almejamos a perfeição, mas somos falhos, sendo esta uma característica natural, porém depende única e exclusivamente de nós as decisões e atitudes que devemos ter para enfrentarmos a vida." Concordo inteiramente com ela. Bju grande

      Excluir
  20. Que texto lindo!!!! Libertador, inspirador!! amei a parte que fala que devemos ser protagonistas de nossas histórias <3

    Bjs

    www.leituraentreamigas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Janiele,
      Fico tão feliz com seu comentário. Espero te ver mais por aqui. Bjus

      Excluir
  21. Ual Vanessa que inspirador esse seu texto! É difícil às vezes encarar nossos medos e superar o que achamos que é o nosso limite, mas quando passamos por isso nos tornamos mais felizes, eu tenho tanta coisa para aprender e descobri, espero que eu possa chegar até o outro lado também.

    Um feliz ano novo, que em 2017 possamos ler mais textos como os seus!

    Beijos
    Dani Cruz
    www.blogemcomum.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dani
      Aqui é a Fernanda (sou colunista aqui no blog da Nessa, meu nome fica no final do post).
      Você chegará ao outro lado sim, confie. E quando chegar vai querer continuar caminhando e descobrindo novos mundos. Bjusss, volte sempre.

      Excluir
  22. Oi, Fernanda!
    Antes de tudo, preciso dizer que amo essa música e a mensagem incrível que ela passa. Inclusiva, já a ouvi em diversos momentos difíceis pelos quais passei!
    Tudo que você falou sobre limites é verdade. As melhores coisas que tive na minha vida foram conquistadas justamente quando tive coragem e agi por mim mesma. O melhor ano da minha vida, minha melhor festa, até minhas melhores amizades foram conquistadas quando eu vi o obstáculo e pensei "Quer saber? O que eu tenho a perder?". Ainda sinto que preciso superar muitos dos meus limites, mas gostei de perceber, através desse texto lindo, que tudo que conquistei venho justamente dessa força interna que a gente julga ser pequena, mas é incrível! Beijinhos, Beatriz.

    O Diário de uma Escritora Iniciante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz,
      Ameiiiiiiiiiiiiiiiii seu comentário!! Como gosto de conhecer as histórias de outras pessoas. Pensar dessa forma "Quer saber? O que eu tenho a perder?" é muito bom, porque o que temos a perder é se não tentarmos, perdemos oportunidades maravilhosas de viver plenamente a vida.
      E desse jeitinho de ver a vida você irá muito longe, tenho certeza.

      Bju imenso Beatriz!!

      Excluir
  23. Nossa... que texto! Arrasou!! Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  24. Cara, eu to aqui destruída pelo seu texto. Com essa trilha sonora então ficou ainda mais difícil evitar as lágrimas. Estou pronta pra "sair da plateia e ser protagonista da minha própria história"! Beijos.
    http://cafevodkaeliteratura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana,
      A música ajuda né? Hehehehe.
      >> Estou pronta pra "sair da plateia e ser protagonista da minha própria história"! << Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiii, isso aí, vamos viver nossos sonhos. Bjuss, espero te ver por aqui na próxima crônica.

      Excluir
  25. Olá Fernanda,

    Parabéns pelo excelente texto, essa luta para vencer o seu limite não é fácil, não é somente o limite físico e sim o mental que fica a todo instante falando que você não vai conseguir e que é perda de tempo e tudo mais, mas vi no instagram alguns post seus dessa vitória e tenho certeza que virão outras e outras, parabéns....bjs.



    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Marco Antonio,
      Exatamente: o maior limite é o mental e estou sim adquirindo pequenas vitórias, mas também derrotas, não é fácil mas é possível. Gratidão!

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário!