Destaques

Newsletter

08 setembro 2017

Crônica: Olho no Olho

Olá pessoal,vocês nesse momento, estão lendo essa postagem no celular ou no computador? Como está sendo a relação de vocês com o celular principalmente?
E o olho no olho?  Confiram esse texto e não esqueçam de comentar, deixar sugestões de temas.

Quem quiser nos seguir:


@nessaleitora
@cotonho72
@insta.nandarocha

*****


Olho no olho

Resultado de imagem para olho no olho tumblr
Tecnologia, como essa palavra pode representar tantas coisas. Tecnologia pode representar mais rapidez no trabalho, nas fábricas, a indústria produz mais e melhor, estudantes pesquisam sobre o que precisarem sem precisar sair de casa, pessoas se comunicam com outras independente do lugar no planeta que cada uma estiver... são tantas as vantagens que podíamos ficar um dia inteirinho falando delas. E as desvantagens? Hummmm, nenhuma? Pense bem.... Vou citar uma, me digam se concordam ou não: o distanciamento com as pessoas que estão perto da gente.

Não há o que discutir que é bom demais poder conversar com amigos e parentes que moram super longe, é bom demais fazer amizades de qualidade com pessoas que ainda não vimos pessoalmente,  é bom demais ter notícias em tempo real de quem admiramos, gostamos. Mas e as pessoas que estão perto da gente? Aquelas que moram na mesma cidade, no mesmo bairro e até mesmo na mesma casa? Onde elas entram nessa tecnologia toda? No Whatsapp? Oi?

Cada vez mais estamos nos distanciando de quem esta perto ou nos comunicamos, com o irmão, com a mãe que está no quarto, via telefone. Que isso gente? Vamos levantar do sofá, ir no outro cômodo da casa que a pessoa está e vamos falar com elas, que sedentarismo crônico é esse que nos impede de dar poucos passos dentro de casa por preguiça? E depois todos se apavoram porque há tantas pessoas de todas as idades com taxas diversas no sangue nas alturas e porque as pessoas estão se comunicando tão mal (não treinam né). 

Mas hoje especificamente, quero levantar um momento especial dessa patética comunicação do mundo novo: quando saimos com outras pessoas e vamos para um barzinho, um restaurante, um parque. Já notaram que nos bares as mesas estão cheias e cada um está com os olhos vidrados em seus aparelhinhos? Genteeeeeeeeeeeeee: sairam para quê? Mudaram de roupa, marcaram se encontrar com que objetivo? ALGUÉM ME EXPLICA? 
Resultado de imagem para menina com celular tumblr

E quando recebemos pessoas em casa, não sei quem gruda no celular primeiro ou a visita ou o dono da casa. Eu tento, juro, mas não consigo entender porque uma pessoa visita a outra para ficar com os olhos sem piscar no celular. Eu comecei a adotar aqui em casa o seguinte: quer fazer uma ligação? É urgente?  É para pedir para alguém vir buscar? Ok, mas se for para ficar olhando Whatsapp, Instagram, Facebook a visita terá que escolher: ou fica no celular mas na casa dela (sim, forma indireta de dizer: escolhe o celular? Vá para sua casa) ou continua a visita na minha casa com o celular na bolsa. 

O pessoal está passando do limite do respeito, da educação, se vai estar com alguém seja onde for, guarde a porcaria do celular oras!!! Claro que se tocar, atenda (cuidando para a ligação ser breve, nem que apenas avise a outra pessoa para ligar depois), se precisar chamar alguém, chame, se precisar mandar mensagem para um filho, mande, mas de forma breve e se for necessário. O problema que as pessoas abusam, ficam o tempo inteiro com o celular na mão enquanto as outras tentam ter uma comunicação decente. 

Eu já não aturo mais isso, se estou num restaurante, em um bar, em uma lancheria com alguém que vejo que grudou no celular, eu peço para meu lanche ser empacotado, ou cancelo o pedido, ou sei lá o que e vou embora, e não adianta a pessoa vidrada no celular acordar não, pelo menos naquele dia eu levanto e vou embora, uma maneira singela de dizer: fique sozinho e pense no que fez.  
Resultado de imagem para amizade tumblr
Quero estar com pessoas que queiram estar comigo, se marcou algo é porque tem interesse de conversar cara a cara correto? Então vamos curtir o momento, vamos valorizar a outra pessoa. Mexer em celular eu também mexo mas quando estou sozinha e quando escolho ver alguma coisa. Por exemplo: Instagram que eu estava mexendo o dia inteiro tempos atrás, eu defini olhar ele duas vezes ao dia que é quando eu aproveito e faço as minhas postagens (início do dia e de noitinha), Whatsapp a mesma coisa, defini horários para ver ele, óbvio que, caso eu saiba que vou receber uma mensagem importante num dia específico olho mais vezes mas a princípio tenho limites de vezes de conferir o que estão me mandando sim e estou adorando isso. 

Comecei a adorar os limites que coloquei para ver o celular porque consigo dar mais atenção ao que estou fazendo agora, consigo focar melhor no meu presente, nas pessoas que estão comigo. Claro que algumas profissões que não permitem isso, que a comunicação é essencial e por isso esses profissionais precisam sim estar sempre de olho nas mensagens, mas isso é exceção. Grande parte da população está perdendo qualidade de vida com as outras pessoas porque não sabem estar no momento presente, não sabem mais curtir o agora, não sabem mais olhar olho no olho.



Comentários via Facebook

17 comentários:

  1. Oi, Nanda!
    Nossa, essa música do Bastille super combinou com seu texto.
    Ainda bem que, quando saio com meus amigos, quase ninguém fica grudado na tela do celular. Mas isso é bem chato mesmo e eu sou mais ainda, pedindo pra pessoa guardar ahahahhaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do sorteio de aniversário do Balaio de Babados e O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente com o seu texto. Aqui em casa eu também adotei essa política quando recebo algum visita: nada de celular se não for urgente, isso vale para os donos da casa também. Não tem nada mais desagradável do que receber uma amiga em casa e ao invés de rolar uma conversa, as duas ficarem o tempo todo no celular. Temos que aprender a colocar um certo limite, se não a tecnologia vai dominar a gente.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2017/09/top-7-novidades-da-semana_8.html

    ResponderExcluir
  3. Olá minha linda, eu sinto muita falta das amizade que são presentes, olho no olho mesmo. O celular ao mesmo tempo que aproxima quem está longe, afasta quem está do seu lado. Já impus limites também no tempo que fico nas redes sociais. Hoje em dia meio que já me acostumei a não ficar agarrada 24 h vendo cada atualização que aparece. E amei isso, é muito bom.
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Fê
    É super chato mesmo sair e quando tu percebe está todo mundo com celular na mão e pior que na rua vemos muito isso, todos com cel na mão.
    E por conta disto as pessoas estão perdendo de aproveitar os momentos e se afastando das pessoas, da família. Tem que haver mais consciência. Adorei a crônica.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Gostei da crônica Fernanda. Acho que tudo tem momento, lugar e ocasião e fico extremamente irritada com pessoas que não largam o celular por nada. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  6. Os seus textos sobre a tecnologia são maravilhosos, me fazem refletir demais! Passei 2 semanas sem celular porque deu problema na placa e no começo fiquei em desespero, mas depois percebi o quão bom é poder conversar com as pessoas no olho a olho, nós nos sentimos muito mais próximas delas dessa forma. As vezes lembro da minha adolescência e como foi a melhor fase da minha vida. Tinha computador e conversava bastante com meus amigos por lá, mas também saíamos e interagíamos, não ficavamos um do lado do outro com o celular na mão. Seu texto ficou ótimo e super verdadeiro!!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Adorei o texto, ultimamente a gente é tão dependente do celular que mal ficamos algumas horas sem ele que entramos em panico.
    Quantas festas eu presenciei das pessoas em vez de estarem presentes com as pessoas do lugar, estavam no celular. A tecnologia é ótima, mas temos que saber moderar.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  8. Oi Nanda! Eu sou super viciada em celular, não sai do meu note, mas quando estou com amigos é diferente, até esqueço de tirar fotos heheheheh o pessoal parece que esquece ter educação, é impressionante mesmo. Enfim, mas uma ótima crônica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  9. Oi. Eu confesso que sou dessas viciadas no celular, não consigo ficar mais que poucas horas sem olhar para ver se não recebi mensagem, mas sinto que essa interação humana com outras pessoas acabou sumindo da minha vida. Quase não encontro algum amigo para bater papo, acho que seria bom se eu conseguisse ao menos fazer isso, talvez assim eu consiga me desvincular desse aparelho.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com/

    ResponderExcluir
  10. No momento estou no computador, apesar de passar o dia inteiro no celular, só consigo visitar os blogs e ler os posts com calma pelo computador, rs. Adorei a cronica! Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi Fernanda,
    Uma amiga minha já veio jantar em casa e ligou o celular no jogo do Corinthians enquanto jantávamos com a minha família, acredita?
    Pois é... Minha mãe nunca mais quer convidá-la para vir aqui.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, Fernanda.
    Outro dia meu sobrinho veio almoçar em casa e minha mãe tomou o celular da mão dela. Nem na hora da comida? Eu felizmente não tenho esse tipo de problema. Tenho celular faz uns dois anos só e ele é de uso exclusivo para ligações e escrever postagens para o blog pelo aplicativo. Vi uma postagem esses dias com dicas para ler mais e essa é uma delas, deixe o celular um pouco de lado. Acho o cúmulo falar com alguém e a pessoa ficar mexendo no celular. Eu brigo mesmo com quem faz isso. Parabéns por mais esse ótimo texto.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  13. Mais uma vez, seu texto ficou maravilhoso, Fernanda.
    As pessoas realmente estão sendo controladas pela tecnologia e nem se dão conta disto. Se alguém está falando comigo, realmente falo com ela. Deixo o celular de lado e me concentro naquele momento. Infelizmente, nem todos são assim. Meus amigos já sabem que ou conversam ou mexem no celular, não tenho paciência para conversar com alguém que só se preocupa com o celular.
    Seu texto ficou bem verdadeiro e isto é muito real. Acontece todos os dias.

    Magia é Sonhar

    ResponderExcluir
  14. Eu não gosto de ler postagens no celular, leio no computador mesmo. Eu vivo quase que 90% do tempo rodeada por tecnologia, pois trabalho em frente a um computador o dia inteiro.. faz parte, mas sei que os limites estão passando.. mas o que mais me deixa desesperada nem é trabalhar o dia inteiro rodeada de tecnologia, e sim, ver pais e mães encherem crianças com coisas tecnológicas para não precisar tirar um tempinho com os pequenos. Eu não tenho filhos, mas acho que isso envenena a futura geração..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie Fernanda =)

    Eu como social mídia as vezes me canso desse mundo conectado 24 horas por dia. Já cheguei a brigar com as minhas amigas por essa mania de sair e ter que tirar foto de tudo, ou de ficar no whats.

    As pessoas nem percebem o quanto estão se tornando reféns da tecnologia ao mesmo tempo que perdem o contato humano com a pessoa que está ao lado.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir
  16. Suas reflexões são tão maravilhosas, as vezes peco com o uso intenso do meu celular, estou tentando me policiar! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  17. Uma das suas melhores crônicas! Eu realmente fico irritada quando vejo as pessoas mexendo no celular em horas impróprias. Você traduziu em palavras alguns pensamentos meus hehehe! Sinto muita falta disso: de mais olho no olho, carinho, afeto, abraços. Casais de namorados que saem para jantar e cada um fica em seu celular> Quem nunca viu por aí? Sou muito retrô e nostálgica, acho que a tecnologia tirou o charme e o romantismo. Que tal lançarmos uma campanha: Mais abraços e menos likes? Ou que tal vamos olhar para o céu e menos para o cel (celular)? Beijos.

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!

Instagram

© Diário de Incentivo à Leitura – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in