Destaques

Newsletter

15 outubro 2017

Resenha: Tartarugas Até Lá Embaixo - John Green

Oi meus amores, hoje vou comentar sobre o livro "Tartarugas até lá embaixo" do autor John Green publicado pela Editora Intrínseca.

Aza Holmes é uma garota de 16 anos que em meio ao turbilhão de sua vida ela tem que lidar com seu Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC). Ela mora com a mãe e tenta viver com a ausência de seu pai que morreu de repente.

Sua melhor amiga Daisy após ver a notícia de que um bilionário, Russell Davis Pickett está desaparecido, e que quem descobrir qualquer coisa sobre seu paradeiro ganhará uma recompensa em dinheiro, convence Aza a entrar nesta aventura de ir em busca de encontrar o bilionário. Além disso Aza conhece o filho do homem, o Davis.

Aza e Daisy saem em busca de descobrir algo ao redor da casa dos Pickett e acaba encontrando Davis, um garoto que ela conheceu na sua infância  e ressurge um sentimento que ela tinha por ele na época.   

Todos estão em busca do paradeiro do homem desaparecido, inclusive seus filhos Davis e Noah, mas o pior de tudo é que se ele for encontrando vivo  pode ser preso e se estiver morto tudo indica que os filhos ficarão sem nada, pois a herança já está destinada para a sua Tatuara 🦎

Este é o enredo principal do livro, mas o que o autor quer nos mostrar é como uma pessoa vive com o TOC, mesmo com tudo ao seu redor Aza está sempre com seus pensamentos intrusivos que a faz sair da realidade e mergulhar nos seus pensamentos que só a atrapalham. Bom ressaltar que nada disso acontece porque ela quer, os pensamentos vem e vão, e muitas vezes são como espirais, parece que não vai ter fim.

Outro aspecto relevante é como o TOC acaba atrapalhando a vida dela, e muitas vezes ela deixa de fazer o que quer, tem medo de tudo, sai da realidade e acaba não prestando atenção nas coisas ao seu redor, porque fica presa dentro de sua cabeça, dos seus medos.

A história gira em torno do mistério do homem desaparecido, deste "romance" que surge, mas que não é o principal da história, e de como Aza sofre com o TOC e tudo que ele causa na vida dela.
Agora vou falar pra vocês porque eu resolvi ler este livro. Eu não sou fã do John Green, eu li "A Culpa é das estrelas" e na época não curti muito, pois tinha perdido minha madrinha para o câncer e eu fiquei muito resistente a história. Tentei ler outros livros dele e não deu, mas assisti aos filmes.

Voltando ao motivo de eu querer ler o livro, quando eu vi que o autor tinha TOC e publicaria um livro com uma protagonista com TOC, fiquei curiosa para ver como ele abordaria o assunto.

Acho que eu nunca falei nisto aqui no blog, eu tenho TOC e é horrível, é uma coisa que nos atrapalha e por mais que tu não queira ter tais pensamentos eles vem, e pode ser na horas menos esperadas. Eu já tive crises no ônibus, na faculdade, no trabalho, não importa, quando vejo já está acontecendo. E para completar eu tenho Síndrome do Pânico, ou seja, é muito ruim. Eu faço tratamento já faz alguns anos, como vocês já devem saber o TOC não tem cura, ele só ameniza quando o tratamento é feito corretamente. Por isso fiquei interessada no livro, e acho que nem precisaria dizer que eu me identifiquei muito com a protagonista.

O autor abordou muito bem e de forma real o TOC, os pensamentos intrusivos, o que a pessoa sente e  pensa. Você quer se livrar disso e não consegue. A protagonista usa muitas metáforas para falar o que sente e é difícil descrever mesmo a sensação, os medos. O pior é que as pessoas não entendem, pensam que é besteira. Gostei da comparação com o espiral, é bem isso, parece uma coisa sem fim que vai afunilando.
Resultado de imagem para tartarugas até lá embaixo
Desta vez John Green me conquistou, com uma escrita ágil e afiada ele nos envolve ainda nas primeiras páginas, adorei a forma que a história se desenrolou e o final eu achei perfeito. O livro atingiu todas as minhas expectativas❤

Não iria falar da diagramação, pois logo que o livro lançou eu comprei o e-book e comecei a leitura, mas no sábado eu participei de um evento de fãs do autor pelo lançamento do livro e acabei ganhando um exemplar no sorteio, muita sorte né? A capa está linda, o tamanho do livro segue o mesmo padrão dos outros, com apenas 268 páginas que voam, li o livro super rápido. Leitura Recomendada.









Comentários via Facebook

19 comentários:

  1. Já li um livro em que o protagonista tinha TOC e gostei bastante, então imagino que a experiência com esse novo livro do John Green retratando o assunto será a mesma. Não posso nem imaginar o que você passa com o TOC, já que como você mesma disse, não é algo que tem cura, mas através dos tratamentos é possível aproveitar a vida o tanto quanto possível, da mesma forma que no livro deve ser apresentado. Desejo muita força a você!! E obrigada por ter compartilhado com a gente essas informações <3

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito das escritos do John Green, a capa ficou bem intensa e bem chamativa, amei. Já anotei a dica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia esse livro, aparenta ser maravilhoso.
    Ótima sugestão.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu gosto muito do trabalho desse autor desde "A Culpa é das Estrelas" e achei o enredo muito interessante. Fiquei com vontade de conhecer melhor essa história sim, acredito que vale muito a pena.
    Mil Beijos!
    https://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2017/10/resenha-do-filme-amorcom.html

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho TOC mas ele é leve, não é extremamente perturbador, mas sei os sentimentos que uma pessoa assim sente. Nunca li um livro que aborda-se esse "problema", deve ser interessante. Gostei da resenha..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  6. A culpa é das estrelas eu vi o filme, mas nao tive coragem de ler o livro. Toc é mesmo uma praga, influencia muito na vida da gente.

    ResponderExcluir
  7. Foi a primeira resenha que li desse livro e adorei!
    Deve ser difícil mesmo ter TOC, mas de certa forma, fico feliz que o livro tenha te conquistado e relatado a verdade sobre tudo isso. Espero me conectar profundamente com esse livro.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  8. Oi, Nessa!
    Eu já fui fã do Green, mas hoje em dia meio que larguei de mão.
    Parece que ele também tem TOC e que o livro tem algumas experiências próprias...
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  9. Oie Nessa =)

    Confesso que depois de ACEDE eu não quis ler mais nenhum livro do Green. Sei lá, simplesmente as histórias não me chamaram a atenção =(

    Estou vendo a divulgação desse lançamento dele, mas vou deixar passar...

    Beijos ;***

    Ane Reis | My Dear Library 

    ResponderExcluir
  10. Gostei muito da sua resenha, estou com vontade de ler e conhecer essa história :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oi Vanessa,
    Li a resenha meio por cima pq começo a ler Tartarugas Até La Embaixo, e quando é John Green dispenso até sinopse rsrs
    Não sabia que vc tinha TOC, então fiquei muito feliz por saber que o autor conseguiu retratar essa tematica de forma realística.
    E que bom que vc gostou desse livro do autor. O John Green é um dos meus queridinhos quando se trata de YA.
    Abraço,
    Alê
    Alem da Contracapa

    Não deixe de participar da Promoção de Aniversário do blog, serão 23 prêmios para 12 vencedores.

    ResponderExcluir
  12. Oi Nessa! Nossa mulher vc já leu? Que mulher rápida hehehehe eu adorei o tema do livro, não sou fã do autor tb não, mas tenho um nível mais leve de TOC, mas ainda assim já senti algumas vezes que atrapalhou minha vida. Fiquei bastante curiosa, quero ler! E adorei a resenha!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  13. Gostei da resenha Nessa e achei bem interessante essa identificação entre você e o livro. Aprecio bastante as obras do John Green e acho que ele tem uma escrita bastante sensível. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Nessa!
    Sou suspeito pra falar porque sou fã do John Green.Até agora todas as resenhas que vi desse livro foram mega positivas,inclusive muitos falando que esse é o melhor livro dele.Acredito que pelo fato do John também ter TOC,podemos ver muito dele na protagonista.
    Tô só esperando meu livro chegar aqui pra devorar!
    Beijos!

    http://livreirocultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi, Vanessa. Eu detesto com todas minhas forças as obras do Green. Elas não me cativam, e são muito filosóficas pro meu gosto, já li três e achei uma porcaria todas, mas você me cativou com esse enredo e acho que vou tentar dar uma chance a obra.
    Beijos
    http://www.leitoraencantada.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Vanessa,
    AAAAAAAA Como assim, já tem resenha desse livro???
    Eu não sou uma fã muito assídua do John Green, mas quero muito conhecer essa obra e se ele te conquistou... Já tem pontos comigo.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi Vanessa,
    Confesso que não são todos os livros do John que me agradam, mas o tema desse é bem interessante.
    vou colocar na lista de leitura.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderExcluir
  18. Oi, Nessa!
    John Green é um assunto polêmico pra mim.
    Li a maioria, mas fico dividida entre gostar muito e não gostar quase nada.
    Eu estava com um pouco de dúvidas quanto a esse livro, mas acho que vou tentar depois de ler sua resenha.
    TOC é um assunto que me interessa muito, porque eu tenho um grau beeeeeeeeeem leve, são coisinhas que eu faço, mas que não atrapalham em nada a minha vida.
    Quero dar uma chance ao livro!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  19. Não conhecia esse livro ainda, mas adoro o John e fiquei com vontade de ler. Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!

Instagram

© Diário de Incentivo à Leitura – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in