Destaques

Newsletter

06 abril 2018

Crônica: Quando Tudo Desabar

Olá Pessoal, hoje venho falar de alguns momentos que muitos de vocês já deve ter passado: quando tudo desaba. 
Contem o que acharam do texto, suas experiências, suas dicas para sair dessa situação. Vamos bater papo, trocar ideias por aqui.
E por favor: quem não estiver afim de ler o texto, não leia e não comente....aqui não é lugar para propaganda de blogs, respeite quem está gerando esse conteúdo. 

Não esqueçam de clicar no play no final do texto!!

*****

Quando tudo desabar

Resultado de imagem para moça triste tumblr
Existem momentos que parece que tudo desaba, começa com um trupicão, depois o café que derramamos na toalha limpinha de mesa, o bus que perdemos, o chefe que nos dá um puxão de orelha, o almoço que não caiu bem, o banho de chuva que tomamos bem na hora da saída do trabalho, os filhos que estão enlouquecendo em casa, a sensação que queremos sumir porque não estamos felizes mais. Este é apenas um exemplo de momentos que queremos jogar tudo para o alto, momentos que nada nos faz bem.

Sim, por mais que eu tente colocar mensagens positivas aqui, precisamos concordar que nem tudo é perfeito, na verdade nada é perfeito. Existirão momentos que não nos sentimos felizes, que sentimos que não estamos no lugar certo, com a vida que queremos, sentimos que não somos o que somos mas não sabemos explicar quem somos... Ufa!!

Confusões de meros habitantes dessa planeta, confusões de seres imperfeitos... normal isso, vamos começar aceitando que esses momentos  de vez em quando, são normais? O ideal a seguir seria parar o relógio, pedir um atestado de uma semana para não trabalhar, contratar alguém para cuidar da casa, outro alguém para assistir as aulas por nós na faculdade e nós...viajaríamos para um local longe e lindo para acalmar a mente. Quem dera...mas isso não é possível  não, lamento informar. 

Analisando as opções acima, temos que concordar que mesmo viajando, a confusão mental iria com nós certo? E além disso, para silenciar a mente não é preciso trocar de lugar não, o que podemos precisar fazer é trocar de cômodo na casa ou ir até um parque seguro e tranquilo (caso sua cidade tiver). Mas não é necessário fazer altas viagens, o silêncio e tranquilidade estão ao nosso lado, basta acessarmos a frequência correta para sentir. O detalhe porém, é nesse acesso. 

Imagem relacionada
Como já disse em textos anteriores, uma das coisas que precisamos fazer (e não só uma vez, mas várias) é entrarmos em contato com nossa essência, precisamos nos conhecer, precisamos ter coragem de encararmos quem somos de verdade por mais que isso nos assuste, doa ou envergonhe. Quanto mais cedo e mais vezes fizermos isso melhor. Pode não ser uma experiência agradável, pode ser até doída, mas ninguém vai ver, ninguém vai te julgar, encare...tenha coragem. Se precisar, escreva num papel suas qualidades e defeitos, escreva do que gosta de verdade (e não dê bola para o que a cultura atual acha certo ou não), seja sincero e faça uma análise da sua vida. 

Passada essa fase, descanse se for preciso, se precisar descansar em doses homeopáticas em vários dias faça, se alguém puder fazer seu serviço de casa peça para fazer, se tiver dias que pode faltar aula, falte...se puder ser substituída temporariamente por algumas pessoas...peça a elas. Mas descanse a mente, fique em silêncio, não tenha pressa em resolver nada, a pressa em alguns momentos pode fazer a gente atropelar tudo, se deixe não pensar em saídas, soluções...lhe dê alguns momentos para adquirir fôlego. Depois sim, analise quem é, o que deseja e o que tem hoje. Faça planos, projetos, estratégias para que se sinta mais leve e que resolva o que fez tudo desabar. 

Nosso mundo pode desabar sim, nossos pensamentos desabam, mas quanto mais entrarmos em pânico pior será, nessas horas lembre que existe algo dentro de você chamado razão. Use ela, razão não é algo ruim, ela nos auxilia em muitos momentos da vida. Mas antes dela, reflita.

Quando tudo desabar...esqueça o relógio, reflita, pense...olhe para o horizonte...e comece e reconstruir. 

Fernanda Rocha

Comentários via Facebook

12 comentários:

  1. Muito linda a mensagem.. e lendo ela com esse som de fundo é reconfortante e inspirador. Tudo passa, e nada é perfeito como você falou. Muitas vezes vamos tropeçar, cair, mas isso é normal, o que não podemos é ficar no chão..

    Você me perguntou se eu era de POA.. não sou, sou de Caxias do Sul, na serra gaúcha.. mas até vou bastante para POA, porque é na capital que acontecem as coisas né?! kkkk

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Monique, Caxias, dizem ser uma ótima cidade para morar, não conheço. Eu moro em Santa Maria. Gratidão pelo comentário.

      Excluir
  2. Realmente, os momentos em que nós desabamos são bem difíceis mesmo, parece que aquele momento horrível nunca vai acabar. Então, é muito bom ler esse tipo de texto quando estamos passando por um desses momentos.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2018/04/top-5-novidades-da-semana.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Gabriela. Volte sempre.

      Excluir
  3. Oi, Fernanda!
    Esse texto é muito bonito e tem um tema muito importante, né?
    Quando tudo desaba, eu costumo fingir que nada está acontecendo e largar para lá, sabe? Eu tenho um pouco de dificuldade de encarar os meus problemas, mas tento ajudar todas as pessoas ao meu redor com o problema deles.
    Por isso, seu texto é tão legal. Porque é muito importante todo mundo ter consciência que precisamos de um tempo para nós, para refletir e, como você mesma disse, para reconstruir.
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada um reage de uma forma Mari. O que eu acho que é ideal pode não ser para a maioria das pessoas...o bom é compartilhar as nossas experiências, assim um ajuda o outro.

      Excluir
  4. Oi Fernanda,
    Quando somos fiéis àquilo que somos, acredito que tudo tem solução, porque não há arrependimentos e se reeguer é mais fácil.
    Até porque, você sendo verdadeiro, atrai pessoas verdadeiras para o seu lado <3
    Beijos
    https://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo muito com você Alessandra, quanto mais verdadeiros a gente for, mais pessoas assim vamos atrair. Grande bju

      Excluir
  5. Olá Fernanda, tudo bem??
    Eu sei como é isto de desabar, ando me sentindo assim sabe. Quando quero fugir de algo, até para aliviar a minha mente, eu vou ao parque, ou vou ao cinema sozinha, faço algo por mim e pra mim, sinto um alívio, as vezes em estar só, para que eu possa entender o que se passa dentro de mim. As vezes funciona e outras vezes não... mas acredito que se buscarmos o que pode nos fazer, principalmente nestes momentos, acho válido. Seu texto ficou incrível. Xero!!!

    https://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que comentário mais lindo! Eu também tem dias que fico mal mesmo mas faz parte né? Faz parte do ser humano esses momentos, não tem como fugir.

      Excluir
  6. Adorei o texto! Quando falou sobre levar a mente confusa mesmo na viagem, me lembro dos nossos papos sobre a importância de viajar para dentro de nós mesmos e buscar a paz onde estamos. A nossa mente é um tanto complicado né... acho que todo ser humano passa por momentos assim.Seus textos tocam a alma da gente e nos fazem refletir sobre a nossa própria vida. Confusão de identidade acho que todos temos. Eu passei por uma fase assim ano passado, me perguntando quem eu sou e me redescobrindo. Sou muito de mergulhar em mim mesma hehehe, coisa do meu signo câncer. É doloroso passar por fases assim, mas te confesso um segredo -- são as fases mais doloridas as que mais geram aprendizados. Sinto-me como uma lagarta no casulo que depois do escuro voou como uma borboleta colorida hehehe. E te digo mais -- toda pessoa feliz hoje, sorridente e com autoestima tem uma história de superação de fases assim. É o que eu digo Vencedores VENCEM DORES hehehe. Não há vitória sem cicatriz. Pra quem tá se perguntando "estou onde deveria estar" ou pra quem tá insatisfeita com o lugar que está eu sugiro a meditação. A meditação me ajudou a ter mais resignação para aceitar o momento presente tendo fé num futuro guiado por Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito perfeita a sua colocação "Vencedores VENCEM DORES". E concordo que todos os vencedores passaram por muitos momentos de sofrimento e por isso mesmo se tornaram vitoriosos. A dor machuca mas é a maior professora que tem no mundo. Ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiii seu comentário.

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário!

Instagram

© Diário de Incentivo à Leitura – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in