Destaques

Newsletter

20 julho 2018

Crônica: Coragem

Quando nossa vida está tão corrida que não temos tempo para nós mesmos precisamos parar por uns minutos, nem que seja na hora do almoço ou do banho, e ver se não estamos fugindo de algo. Algumas vezes a corrida diária é uma forma de fugirmos do que não queremos encarar.

Uma coisa é ter muitas atividades porque precisamos, outra é inventarmos motivos para ter uma vida corrida afim de não termos tempo de pensar em mais nada, não termos tempo de pensar no que precisamos. Algumas vezes é uma decisão que precisamos tomar e temos medo, algumas vezes é medo de encarar traumas, dores do passado, algumas vezes é fuga da solidão que é nossa vida, algumas vezes é não gostarmos de quem somos. Independente do motivo algo é fato: não adianta fugir do que precisamos encarar, mesmo que a gente faça isso por um tempo, o destino não perdoa: uma hora ele nos para na marra. 

Tantos medos, tantos traumas, tantos receios de encarar o novo, o desconhecido... mas será que esse novo não é justamente o que precisamos ter? Não é o que vai nos alegrar? Nos renovar?
Enfrentar problemas pode ser desgastante mas também, quando resolvido, pode ser o motivo de sair quilos e quilos de nossas costas. O novo pode ser amedrontador mas também pode vir recheado de surpresas boas, de sorrisos que nem imaginamos que poderíamos ter. 

Resultado de imagem para moça pensando tumblr

É preciso coragem sim para dar um stop na vida corrida, é preciso ver se esse estilo de vida está nos fazendo bem ou nos consumindo totalmente. A adrenalina da vida frenética pode ser um disfarce charmoso para os medos mais terríveis que temos por dentro. Mas a alegria de viver em paz e bem é muito melhor que a adrenalina diária. 

Enfrente seus medos, enfrente seus traumas, enfrente o que te incomoda de uma vez por todas! Não chegue na velhice arrependido de não ter dado esse giro na vida, não se arrependa de não ter sido feliz por medo. Viva, peça ajuda, se aproxime de quem faz você bem, deixe as pessoas se aproximarem, tenha coragem de enfrentar seus medos, tenha coragem de ser feliz. 



Fernanda Rocha

Comentários via Facebook

5 comentários:

  1. Amei a crônica :)

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Fernanda,

    Realmente precisa coragem e atitude, se não pararmos e analisarmos tudo com calma, perderemos coisas boas da vida, que passa rápido demais....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto, falou uma grande verdade! Ah e essa música é linda <3

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei o texto! Gostei muito desta parte: "A adrenalina da vida frenética pode ser um disfarce charmoso para os medos mais terríveis que temos por dentro. Mas a alegria de viver em paz e bem é muito melhor que a adrenalina diária." Parabéns! Está escrevendo a cada dia melhor. Sou uma pessoa que gosta de olhar para dentro, por mais doloroso que seja... não adianta fugir para os compromissos e colocá-los um atrás do outro só para deixar de ver o óbvio. É necessário fazer um balanço do que somos de tempos em tempos... Muitos deixam esse acerto de contas para o fim de ano ou para um mês antes do aniversário. Mas se fizermos todo dia, um dia estaremos com a vida que queremos. Nada cai do céu. Tudo é batalhado. E ninguém caminha nessa jornada por nós. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Nessa!

    Maravilhoso o texto! Me lembrou muito de uma história que venho pensando em escrever sobre como às vezes damos tudo da gente ao trabalho na intenção de esquecer dos problemas ou de mágoas que podemos estar sentindo e acumulando. Precisamos mesmo de tempo para nós mesmos, para colocar os pensamentos em ordem e respirar fundo.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!

Instagram

© Diário de Incentivo à Leitura – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in