Destaques

Newsletter

27 janeiro 2020

Resenha: História de um Grande Amor - Julia Quinn

Oi pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vou comentar sobre o novo livro da autora Julia Quinn publicado pela Editora Arqueiro "História de um grande amor", primeiro livro da trilogia Bevelstoke.

Acho que aqui todo mundo já está cansado de saber que eu adoro os livros da Julia Quinn, e vai até parecer que estou me repetindo, mas não tem como minha gente, eu ameiii este livro e já vou explicar o porquê.

O enredo deste livro foi diferente dos outros da autora, de início parecia ser aquele clichê que conhecemos dos romances de época, mas aqui foi diferente. Não vou poder falar muito se não vou acabar dando spoiler, mas vale muito a leitura.

Miranda Cheever sempre teve características muito peculiares e diferentes dos padrões de beleza. Seus cabelos e olhos castanhos sempre deram o que falar, tanto que todos a sua volta comentavam sobre isso. O tempo passou, ela cresceu e já estava chegando a hora dela ir para Londres para sua temporada, hora de arranjar um marido para casar-se.

Com a morte de sua mãe, e sem dote ela acaba indo ficar na casa dos Bevelstoke, Olivia e seu irmão gêmeo Winston sempre foram seus amigos desde a infância, brincavam juntos. Olívia é a melhor amiga de Miranda e vai fazer de tudo para ajudá-la nos bailes em Londres. Mas o pior é quando Olívia resolve dar uma de casamenteira e tem a brilhante ideia de unir seu irmão Winston com Miranda, o problema é que Miranda já tem seu coração preenchido a bastante tempo.

Turner é o irmão mais velho dos gêmeos, ao se tornar viúvo decidiu que nunca mais se casaria e isso não porque sua mulher morreu, mas porque seu casamento foi uma tortura, Letícia sua mulher o traiu e ainda por cima engravidou. Para ele foi um alívio sua morte, agora tudo que ele quer é continuar a vida e quem sabe ter uma amante. Mas seus planos vão por água abaixo quando ele reencontra Miranda, agora com quase 20 anos e muito bonita.

Quando Miranda tinha 10 anos teve uma a paixonite por Turner, e na época ele já tinha 19 anos. O tempo passou, mas sempre que ela o via seu coração disparava. Agora adulta ao reencontrá-lo e ver no que ele se tornou, um homem amargurado, ela quer salvá-lo e lhe mostrar que ainda é possível amar. Para Turner, Miranda ainda é uma pirralha e será difícil ele perceber que ela já é uma mulher. Mas quando ele percebe que sua irmã mais nova está querendo unir Miranda com Winston ele sente uma ponta de ciúme e a partir daí as coisas ficam bem complicadas. 

Mas não pensem que o enredo é só isso, a atração entre os dois é inevitável e Turner fará de tudo para resistir, afinal ele não quer arruinar a reputação de Miranda. Mas o pior está por vir e parece que o destino sempre acaba colocando os dois juntos em situações diversas e o inevitável acaba acontecendo, mas o problema é que nem um dos dois quer assumir e render-se, afinal são quase como irmãos e ninguém espera por isso e outra que Turner não quer mais envolvimento sério com mulher alguma.

Mais uma vez Julia Quinn nos apresenta um romance arrebatador de tirar o fôlego. O que mais gostei nesta história é que a autora mudou um pouco sua fórmula, além de acrescentar mais características da época, como por exemplo, ela fala de estabelecimentos para homens e mulheres, poder de escolha da mulher, a questão do casamento obrigatório, a gravidez antes do casamento, os bailes de debutantes, bem como as temporadas Londrinas e de como a mulher era obrigada a se apresentar na sociedade para arranjar um marido tendo isso como o futuro de sua vida.

Outro aspecto de que gostei é que Miranda gosta de ler, frequenta livrarias, e durante a história temos referência há alguns livros com a Morte de Arthur e Orgulho e Preconceito. Não tem como não amar

Gostei muito da forma que ela conduziu a história, os protagonistas principais me conquistaram de imediato. É o tipo de casal que você ama e odeia e no final torce por eles. A leitura é muito fluida, leve, gostosa de ler, um enredo encantador e envolvente. O desfecho foi surpreendente e o final me arrancou lágimas, foi emocionante.

História de um grande amor é o primeiro livro da Trilogia Bevelstoke, já estou ansiosa para ler os outros dois livros que assim como este tem as capas maravilhosas.



❤ ❤ ❤ ❤ 

Comentários via Facebook

4 comentários:

  1. Olá,

    Só pela sua resenha já sinto que vou adorar esse livro.
    As capas ficaram maravilhosas né?
    Espero poder ler em breve!

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderExcluir
  2. Olá, Nessa.
    O que chamou a minha atenção nesse livro mesmo é a capa. Amei ela ser diferente das do gênero que estão no mercado. E assim que der vou comprar ele porque na pré-venda estava muito caro hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nessa!

    Adoro os livros da Julia Quinn e curiosamente eu ainda não li essa trilogia, mas já estou doida pra conferir! Vou adicionar na minha lista de desejados!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Olá, Nessa.

    Acho que me apaixonei pelo livro no momento que vi essa capa maravilhosa. É interessante que esteja inovando, é sempre bom evoluir e procurar por coisas novas nem seja na sua escrita.

    Gratidão pela resenha!

    Abraços.

    R.W.

    newsfallenbooks.com

    ResponderExcluir

Não esqueça de deixar seu comentário!

Instagram

© Diário de Incentivo à Leitura – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in