Destaques

Newsletter

10 agosto 2019

Resenha: Lady Killer - Graphic Novel


Oi pessoal, tudo bem com vocês? Hoje vou comentar sobre a leitura do livro "Lady Killer" publicado pela Darkside.

Já começo falado da diagramação maravilhosa desta Graphic novel. A capa tem uma textura aveludada, parece emborrachada. A história foi criada por  Jamie S. Rich  e as ilustrações pela quadrinista Joelle Jones. As cores rosa e amarelo ficaram uma combinação perfeita. As ilustrações são impecáveis, com cores fortes e vibrantes.

Josie Schuller é a típica dona de casa dos anos 60. Aquela mãe exemplar, que cozinha, limpa a casa e cuida dos filhos, mas ela tem um segredinho que ninguém imagina, assassina de aluguel. Este é o trabalho dela e não nega a pedidos do seu chefe, cada morte é realizada com muita cautela, cuidando para não sujar o seu vestido. Ela mata a sangue frio e vai para casa cuidar das filhas gêmeas como se nada tivesse acontecido. Até que um dia seu chefe se sente ameaçado e lhe quer tirar de cena. O que será que vai acontecer com a Josie?

Apesar do livro ter essa pegada "pesada" é interessante observar a mensagem que está por traz da história e tudo que ela representa. Aqui temos uma mulher dos anos 60 e só isso já nos diz tudo, pois nessa época as mulheres lutavam pelos seus direitos. Na história também aparece a questão do assédio sexual, o direito da mulher trabalhar e de como a mulher é capaz de fazer tudo e dar conta da casa.

O que me deixou curiosa mesmo foi querer saber por que ela tem este trabalho, em nenhum momento ela diz fazer isso por dinheiro, fiquei me perguntando o porquê? Josie demonstra ser uma mulher forte, dona de si, muito corajosa e que consegue conciliar este trabalho com os afazeres do lar. Além disso, ela tem muita paciência com a sogra que está sempre cuidando os passos dela. Mas ninguém imagina essa vida dupla que ela leva e o final da história nos deixa curiosos pelo próximo livro.

Outro aspecto que me chamou atenção é a ironia e o humor, impossível não sorrir enquanto lemos, e olha que é uma história de serial killer. Mas pra mim  o melhor mesmo são as imagens que nos lembram aqueles comerciais antigos que passavam na tv (e nem é do meu tempo eheheh) aquela coisa vintage, sabe?

 
Enfim, como vocês puderam ver o livro é lindo. Já estou curiosa para ler os outros livros da coleção ❤

07 agosto 2019

Lançamento: Livre para recomeçar - Paola Aleksandra

Oi meus amores, tudo bem com vocês? Hoje venho falar do novo livro da autora Paola Aleksandra. Mais um romance de época lindo. Livro já está em Pré-venda na Amazon  e todos que comprarem na pré-venda receberão junto com o livro um cartão postal💗



Anastácia carrega na pele as marcas deixadas por um casamento odioso. Em sua última noite como uma mulher livre, ela perdeu o controle do seu futuro e acabou presa no famoso hospício para alienados do Rio de Janeiro. Mas agora, três anos após sua internação, Anastácia precisará enfrentar o passado e descobrir como recomeçar. Quem ela escolherá ser longe do peso do título de Condessa De Vienne? Benício de Sá é conhecido como o Bastardo do Café. Lutando diariamente contra a opressão do pai – um dos mais poderosos cafeicultores do Brasil – ele encontrou na construção civil a oportunidade perfeita de mudar seu futuro e deixar uma marca no mundo. Contudo, enquanto a Empreiteira de Sá conquista o cenário carioca, Benício continua preso ao passado e às marcas que carrega na alma. Será que um dia ele conseguirá libertar-se por inteiro das garras do seu pai? Anastácia e Benício se conhecem em meio à ruína, mas é durante a esperança de um novo começo que eles se reencontram. Agora resta saber se estão prontos para recomeçar.


Adorei o primeiro livro da Paola que foi o "Volte para mim" e já estou curiosa para ler "Livre para recomeçar". Em breve no blog💗

26 julho 2019

Série: Good Girls

Oi meus amores, tudo bem com vocês? Hoje vou comentar sobre a série "Good Girls" que está disponível na Netflix.

Good Girls é uma série de televisão comédia dramática de crime norte-americano criada por Jenna Bans que estreou na NBC em 26 de fevereiro de 2018. A série é produzida por Bans, Dean Parisot e Jeannine Renshaw pela Universal Television.

A sinopse desta série me chamou atenção por se tratar de três mulheres fortes e donas de si, mas que estão passando por uma fase difícil.  Beth é uma mãe exemplar que acaba de descobrir que seu marido Dean a está triando e para completar está perdendo os bens da família. Annie é irmã de Beth, e está lutando com o ex-marido pela guarda de sua filha. E Ruby precisa com urgência de dinheiro para cirurgia de sua filha.

As três são muito amigas e numa conversa descontraída surge a ideia maluca de assaltar o supermercado onde Annie trabalha como caixa. É uma ideia estranha para as três já que nunca roubaram nada e são pessoas "direitas", mas a necessidade e o desespero fala mais alto.

Imagem relacionada
A partir daí é só confusão e elas vão ficando cada vez mais enroladas. O que elas não contavam é que o dinheiro que roubaram no mercado é de um grande bandido da cidade, o Rio. Claro que o cara vai querer seu dinheiro de volta e é assim que elas começam a "trabalhar" para ele. Parece que quanto mais elas querem se livar de Rio, mais se envolvem. Além disso, quando elas começam a ter o dinheiro de modo fácil a tentação de continuar é maior, mesmo sabendo que estão fazendo a coisa errada.

Imagem relacionada
Esta série é daquelas que vicia e queremos assistir até acabar. É impossível assistir somente um episódio. O enredo é muito bom e a cada final de episódio fica aquele gancho para o próximo.

Imagem relacionada
É muito interessante de acompanhar a vida destas mulheres, pois ao longo da série elas fazem coisas que jamais imaginariam. O mais engraçado é que elas continuam suas vidas como se nada estivesse acontecendo, e a bola de neve só vai aumentando.

Imagem relacionada
É claro que não podia faltar romance e aqui vemos a química acontecer desde o momento que Beth conhece Rio. A atração entre eles é notável e é engraçado porque torci para os dois desde o início, só que tem aquela pegada mais forte, sabe? Ela uma "mocinha" toda certinha mãe de família, e ele um bandido muito perigoso. Claro que isso iria dar faíscas.

Um aspecto que adorei na série é o humor e os personagens são carismáticos que acabam nos fazendo torcer por eles. Na Netflix tem disponível duas temporadas e o final da segunda nos deixou com aquele gostinho de quero mais.

A série não é só isso, fala de abuso sexual, estupro, relações familiares e do que as pessoas são capazes para ajudar a sua família.

Instagram

© Diário de Incentivo à Leitura – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in